Mai 11 2011

Ó Falâncio, pá! Que chatice…

Publicado por as 9:25 em Geral

Deviam ter continuado até à final. E ter ganho essa coisa do Festival. Depois prosseguiam em digressão mundial. Regressavam daqui a 20 anos e a malta cá da lusitânia ficaria imensamente grata por não ter de vos aturar.
Mas as coisas são como são, pá!
A luta há-de continuar. Para o ano, pá!

Share

20 Resposta a “Ó Falâncio, pá! Que chatice…”

  1. Paulo Nascimento diz:

    Foi bom enquanto durou.

    Mas ao contrário do que o João quer, a malta até fica satisfeita com o regresso dos homens da luta á Lusitânia.

    Ainda veem a tempo de participar na campanha. Quer como convidados, pelo BE ou PCP.

    Ou ser ser convidados, nos comícios da PS,PPD ou CDS

  2. José Roberto diz:

    Já agora o Camarada Espinho podia acompanha-los durante esse 20 anos, podia ser como fotografo oficial da banda, ou da Tour, e assim matava-mos 2 coelhos de uma cajadáda só, e a malta cá da Lusitania era capaz de ficar mais aliviada.

  3. João Espinho diz:

    @josé – weeeeeeeeeeeeee! O meu umbigo quase que rebentava….

  4. Raquel diz:

    Há uma coisa que não compreendo e me chega a causar uma espécie de comichão neuronal é a razão pela qual as pessoas com talento se têm que transformar nestas coisas esquisitas: tipo “pseudo-intervencionistas” de coisa nenhuma. Eu vejo isto como uma ofensa à criatividade humana.

  5. José Roberto diz:

    Camarada Espinho foi pena estar ai esse ” quase “

  6. João Espinho diz:

    pois, temos pena!

  7. OLA! diz:

    Onde anda o vivaci beja?? alguem se podia informar e publicar algo aqui?? que vergonha, que falta de informação!

  8. Lucky Luke diz:

    Pois é, nos últimos 3 anos, mesmo cantando sempre em português, na nossa língua, tinhamos passado à final do festival. Com a Vânia Fernandes, com os Flor-de-Lis (música linda e com ritmo festivaleiro) e com a Filipa Azevedo. Agora fomos à vida logo à primeira. Claro que os iluminados do televoto nacional não se conformam.
    A música era genial. Nem Mozart comporia coisa mais bela. O grupo então era um primor. Os ABBA, se comparados com Jel e Falâncio, não passam de burgueses reaccionários ao serviço dos opressores do povo.
    Não se compreende pois a eliminação da nossa canção. Injusta, João!
    Culpa da Troika, do FMI e do BCE. Da NATO, da Comissão Europeia, de Israel e da maçonaria. Culpa dos Mello, da SONAE e do patronato em geral. Culpa de Sócrates (como sempre), de Passos Coelho e do jovem e promissor Eduardo Catroga (Como não se sabe muito bem qual dos dois lidera o PSD, mais vale apontar ambos), de Portas e dos submarinos e da Zita Seabra e de Vital Moreira, esses traídores da classe operária.
    Não, a nossa canção não foi uma grande M…., nem envergonhou o país. Os europeus, no seu todo, é que não estão à nossa altura!
    Dá-lhes, Falâncio!

  9. ze diz:

    E para além do vivaci a fábrica de pilhas que o presidente da CDU anunciou?

  10. atirluar diz:

    os gajos concorreram, venceram e foram ao festival conforme as regras. Ainda não vi qual o problema.
    houve uma semifinal, antigamente era apurado e lá ia concorrer com os outros agora não.
    Segundo consta foram gastar ajudas de custo que custeavam as refeições, mas também consta que se punham a cantar na rua e “faziam” 100€ em meia hora.
    Moral da história não foram ao resto do concurso, de ajudas de custo gastaram pouco, ou menos tempo delas e ainda trouxeram divisas para o lado de cá, se calhar até nem foi uma má aposta (Jornalistas da RTP vão lá fora fazer reportagens do género o casamento do príncipe do príncipe da rainha de Inglaterra onde é noticiado por tudo o que é cadeias de TV e deve ter sido bem paga, mas coitada andava a queixar-se que se fartava de trabalhar e lhe tinham ido ao bolso com os cortes na função publica e lá foi sacar o belo).
    Mas admitamos! Porra! os gajos exalam vermelho e vermelho é cor do diabo (será o diabo comunista?) (na casa de deus apregoa-se o contra comunismo – deve ser isso, deve ser assim) o Cristo é que tinha umas ideias meio acomunadas mas pregaram-no numa cruz e lixou-se.

  11. espadas diz:

    @Ola, só vamos ficar a saber se o Vivaci Beja é construido ou não, para o final do ano, segundo o q foi dito na última reunião da CMB com o grupo FDO, pode ver essa noticia no site da RPax ou na voz da planicie penso q tbm esteja lá.
    Já faltou mais..ou não!

  12. OKÁ ! diz:

    Numa das últimas assembleias municipais foi respondido à pergunta do VIVACI e foi dito que o início da obra seria antes do final de 2011 !

  13. Rato dos Pomares diz:

    Aproveitem, para desanuviar, e vão visitar a maior feira agrícola de Portugal, abençoadamente sem Homens da Luta mas com um cartaz de luxo.
    Considerando que alguns iluminados pretendem que a importância das feiras agrícolas/outras actividades económicas relacionadas (e consequente posicionamento no respectivo “ranking nacional”) seja medida pelo número de “entradas”, ainda que estas ocorram depois das 22.00, juntar em meia dúzia de noites Rui Veloso, Camané, Deolinda, Pedro Abrunhosa e Xutos & Pontapés, é uma séria aposta na primazia.
    Agora a sério, em Santarém, durante o dia, o tema principal é a agricultura e actividades relacionadas. Consultem o programa s.f.f., está em http://www.feiranacionaldeagricultura.com.

  14. João Espinho diz:

    @rato – Deolinda é uma otite, Camané deve ser bom para fadistar, o Abrunhosa desde que caiu a porrada nos “Ídolos” já não é o mesmo. Salva-se o Rui Veloso, que é uma espécie de primeiro beijo.
    Escuta lá: o que é que a malta aqui tem a ver com Santarém? 🙂

  15. Rato dos Pomares diz:

    Tudo! Um distrito e uma região (Beja/Alentejo) onde agricultura é actividade de importância incontornável, terá todo o interesse em saber o que se passa na maior feira de agricultura (em Santarém) do país (Portugal).

    Mas se o primeiro argumento não for convincente posso acrescentar que também não temos nada a ver com Faro e no entanto, daqui a três meses, Monte Gordo vais estar “à pinha” com bejenses.

  16. JP diz:

    só bejenses??
    mais ninguém pode ir?
    a maior feira de Agricultura é no Ministério, aquele pessoal é ovidias e ovinoites no horário de expediente, só festa! o mm se estende às DRAGRS, então aí é o Estado no seu melhor, parecem os sem-abrigo, sem ofensa para estes últimos
    Mais: o que é que uma feira de agricultura traz de benefícios para a…agricultura e os agricultores?
    aquilo é para o pessoal dos papeis: profs, alunos, pseudo iinvestigadores,malta das multinacionais, que trazem sempre soluções estrondosas para “salvar” a agricultura da Região, Drs. a rodos, power-points etc, aquilo é chachada, que até embassa

    mas voltando ao post inicial: mil vezes estes gajos do que a porra dos representantes anteriores, aliás o F Canção é uma boa merda, e de merda já me chega ao que chegamos!
    perdoem-me o ácido e a macriação, mas faltame o vocabulário…

  17. Rato dos Pomares diz:

    Por falar em ácido. Isto faz-me lembrar um programa de música (telediscos) que havia na RTP1, há 25 anos atrás. Era apresentado por um fulano chamado Adam Curry que a páginas tantas dizia com ar grave: “Donte teique drags, drags can quiliu”.
    Quiliu, quiliu até que não é o maior problema. Enterra-se e pronto. Agora quando “o sentido” fica muito afectado é que é uma ganda chatice!

  18. JP diz:

    rato dos pomares está em ácido, cuidado…

  19. Rato dos Pomares diz:

    . . . mas não representa perigo. Admite até que está em estado de ácido, ligeiro. Acabadinho de comer uma maçã reineta assada (com canela em pó, açucar louro e um cheirinho de vinho do Porto). E do “pyrex” de onde esta veio, ficaram mais quatro.

  20. JP diz:

    maravilha: que faça bom proveito!

Deixe Uma Resposta