Mar 08 2011

mulher

Publicado por as 9:00 em Poetas

    Espáduas brancas palpitantes:
    asas no exilio dum corpo.
    Os braços calhas cintilantes
    para o comboio da alma.
    E os olhos emigrantes
    no navio da pálpebra
    encalhado em renúncia ou cobardia.
    Por vezes fêmea. Por vezes monja.
    Conforme a noite. Conforme o dia.
    Molusco. Esponja
    embebida num filtro de magia.
    Aranha de ouro
    presa na teia dos seus ardis.
    E aos pés um coração de louça
    quebrado em jogos infantis.
    “Auto-retrato” – Natália Correia
Share

7 Resposta a “mulher”

  1. Qualidade da Democracia diz:

    O que seriam dos Homens sem as Mulheres.

    Esta é a melhor homengem que se lhe podem fazer ao longo dos 365 dias do ano !

  2. ZE DO QUARTEL diz:

    As MULHERES DE BEJA vão ter um novo mega-shoping para adquirirem produtos para se embelezar.Começaram ontem as obras para instalar uma MEGA LOJA CHINESA. Localiza-se nas antigas instalações da RENAULT e da NISSAN

  3. Anónimo diz:

    @ZE DO QUARTEL

    Tem a certeza? Olhe que o que já ouvimos por aí nas ruas da cidade não coincide com isso. O que se diz é que ali irá abrir mais uma loja do tal grupo que não gosta de cartões nem complicações. A ver vamos.

  4. luisa becker diz:

    entao vou ja começar a comer arroz.

  5. ZE DO QUARTEL diz:

    @anonimo
    durante o dia de hoje as obras têm decorrido a todo o vapor.O tal grupo que não gosta de cartões por vezes é utilizado para tapar outros designios !!!!!!!!!!

  6. Mulher diz:

    Bonito poema, mas tão mal apreciado…

    (será que não há por aí alguém que diga algo tipo : as mulheres (de Beja) , não carecem de shopings para se embelezarem. Já são belas!)

    Fogem sempre ao essencial da questão!

  7. Anónimo diz:

    @ZE DO QUARTEL

    É possível. Ninguém disse que não.

Deixe Uma Resposta