Dez 22 2010

Falar sobre nada

Publicado por as 10:15 em Presidenciais 2011

Quando não há nada para dizer, fala-se sobre os debates presidenciais. Percebe-se. Esvaziados de interesse, é conveniente encontrar-lhes uma coisa qualquer que alimente a imaginação.
Só por isso é que se pode andar a escrever por aí que o X ganhou ao Y, que por sua vez já havia ganho o debate ao K.
Pior ainda: dizer que Francisco Lopes arrasou/cilindrou ou encostou Cavaco Silva, está para além da melhor das fantasias.
Mas percebem-se as intenções.

Share

36 Resposta a “Falar sobre nada”

  1. Paulo Nascimento diz:

    E não falar sobre as Presidenciais, interessa a quem ?

    Francisco Lopes, apenas confrontou o Sr Silva com as questões que os nossos Jornalistas… perdão… jornaleiros deveriam perguntar ao Cavaco.

    Isto não é uma coroação, é uma eleição, e o sr Cavaco tem de ser confrontado com o bem e mal que fez. Faz parte da democracia.

    Talvez só interesse falar nos pobrezinhos a quem o caridoso Presidente dá uma esmola e faz de Santo António casamenteiro.

  2. Jorge Pascoa diz:

    Caro João, por muito que não seja capaz de votar em Francisco Lopes tenho de reconhecer que ontem este foi muito acutilante no ataque a Cavaco e na maioria das vezes com razão.
    Goste-se ou não.

  3. João Espinho diz:

    @jorge p – a acutilância da FL poderá ter, na melhor das hipóteses, fidelizado o eleitorado do PCP. Não beliscou minimamente as intenções de CS: vencer à primeira volta.

  4. NG diz:

    Cavaco ofereceu-nos ontem (mais) uma amostra daquilo que vamos ter como PR se ele ganhar as eleições: uma nulidade, aliás desculpável porque o homem, segundo diz não é político…

  5. Observador diz:

    Votei Cavaco Silva há 5 anos, mas também eu considero que foi demasiado permissivo com o governo de Sócrates permitindo que Portugal chegasse ao ponto a que chegou. Agora fala numa próxima magistratura mais interventiva, mas já não será com o meu voto. O homem realmente não tem nada de político, teve sempre uma postura de deixar calcar nos mesmos de sempre, a classe média, que hoje já vive com dificuldades que ainda se vão agravar no próximo ano.

  6. Anónimo diz:

    @Observador,

    “teve sempre uma postura de deixar calcar nos mesmos de sempre” olhe que não … olhe que não … CS por muito que isso custe a engolir a alguns teve quase sempre* uma postura irrepreensivel e correcta … Quem não está minimamente preocupado com os portugueses não é ele (muito pelo contrário) mas o outro o tal licenciado(!) em “engenharia civil”.

    * a perfeição não existe!

  7. hpalma diz:

    @Observador. Qual a alternativa que sugere? O Fernando Nobre? Este tb não é politico…

  8. AVLISESTE diz:

    Para todos:
    Logo que o tempo permita, vai-se a Beringel fazer um candidato à medida de cada um !
    Que conhecimentos ou categoria tem o electricista Francisco Lopes, para debater qualquer assunto ou tema, com uma pessoa da indole do prof. Cavaco Silva ? Isso é estar a tapar o sol com uma peneira ou jogar areia para os olhos das pessoas. No PC, seguramente há gente com mais formação que este triste senhor, que se limita a desbobinar uma cacete, a qual ele próprio não entende bem: bastou a jornalista, interrompê-lo, para que ele se visse em “papos de aranha” para retomar “o fio à meada”. Como bem diz João Espinho, com adversários destes, as intenções de Cavaco Silva, nada sairão beliscadas e quanto ao eleitorado do PC, qualquer “retórica” lhe serve e anima, porque o fim é sempre o mesmo.
    Acho que a jornalista deveria ter perguntado a FL: O sr. está convicto que vai ganhar as eleições ou anda aqui só para dizer umas “patacoadas”?. Gostava de ouvir a resposta.
    @Observador: Tambem eu tenho votado sempre em CS e permito-me dizer-lhe que não é bem assim como diz. O professor tem exercido os seus poderes de acordo com aquilo que a constituição lhe permite, que infelizmente, é pouco: Há que rever a constituição e dar + poderes ao PR. O senhor Sócrates, não pode acusar o prof. Cavaco Silva de não o deixar governar: No tempo em que Cavaco Silva foi primeiro ministro é que houve forças de bloqueio, corporizadas por quem ? é preciso lembrar?. Gostaria-se efectivamente que CS, fosse + interventivo e obrigasse o governo a tomar outras medidas, mas o governo é que governa e para isso foi eleito pelo povo português, limitando-se o presidente a acompanhar a legalidade das medidas tomadas (é pouco, mas a constituiçao não permite mais).
    Calcule-se o que seria se o presidente CS, tivesse chamado a atenção do sr. Sócrates, por esta ou por aquela razão (embora grande parte dos seus eleitores julgue que o devia ter feito)!
    Pelos candidatos, julgo, defendo e afirmo convictamente, que no dia 24 de Janeiro de 2011, começa o segundo mandato do professor ANIBAL CAVACO SILVA, o qual vai ter a grande e expressiva maioria dos votos de todos os portugueses de boa vontade, sérios, honestos e desejosos de que Portugal, entre de vez no número das nações modernas.

  9. Paulo Nascimento diz:

    @Avliseste

    Essa sua fé que revela pelo Cavaco, mete respeito.

    Uma fé religiosa como essa, só costumo ver em peregrinações para Fátima e em membros do PCP a defenderem a URSS ou a Coreia do Norte.

  10. Observador diz:

    @anónimo, @hpalma, @AVLISESTE
    Acabei de ouvir o debate Manuel Alegre/Fernando Nobre e, se já estava inclinado para votar Fernado Nobre, fiquei sem quaisquer dúvidas, vou votar em Fernando Nobre. E, oxalá, muitos portugueses que como eu se sentem defraudados e enganados com estes políticos, tenham a coragem e a ousadia de votar num homem que, não sendo político, diz aquilo que eu e muitos portugueses queremos ouvir, temos de romper com estas políticas que levaram este país para o buraco onde está. O dramático não é não ter orçamento, é as pessoas não terem os meios para comprar o leite, o bilhete da carris, etc, é haver 300.000 jovens desempregados, é haver 300.000 idosos com reformas abaixo dos 300€, é uma parte significativa dos trabalhadores com os salários mais baixos estar a viver no limiar da pobreza, é aumentar a venda das casas e dos carros de luxo, é……., isto sim é dramático. E de quem é a culpa? É de todos nós como diz Manuel Alegre, uns porque se governam a eles e outros porque votam neles, a culpa é do sistema. Tem que haver uma ruptura total com este sistema e as palavras de Fernando Nobre mostram que ele tem essa intenção e por isso vou votar nele (não sei se será capaz, mas parece-me uma pessoa extremamente determinada).

  11. Luís Pedro Serrano diz:

    @AVLISESTE

    Que categoría de resposta… Assino por baixo! Bom Natal e um melhor ano a todos, com a primeira grande vitória a surgir em meados de Janeiro e pode ser que lá para Maio o sr. Eng. saia do poleiro 😉

  12. Celso Pereira diz:

    Se os candidatos a PR, fossem candidatos a ministros, eu entregava a pasta da cultura ao MA, a da solidariedade ao FN e a pasta da electricidade ao FL. Penso que a pasta mais importante nesta altura que o país atravessa, será a da economia. Não será necessário dizer a quem a entregava, julgo eu.

    Cumpts,

  13. Olho que vê diz:

    Óh Paulo Nascimento, a sua crítica ao Avliseste é caso para se dizer: Então e a fé religiosa que muitos de vocês tem ao vosso Engenheiro Sócrates não é doentia?

  14. QUI-QUI diz:

    “Isto é do além”, como diz a outra… Também estou com Fernando Nobre.

  15. AVLISESTE diz:

    @Paulo Nascimento.
    Fico satisfeito por ter transmitido essa ideia: É sinal de que me expresso convictamente! Muito obrigado pelo seu reconhecimento; Comparar-me com os membros do Pc a defender a URSS e a Coreia ? Francamente… é o mesmo que confundir ” O forte da casa com a casa forte”, mas adiante …. é a sua apreciação. Fica-lhe mal (a si e muitos outros) confundir convicções políticas com a fé religiosa de cada um; mas, se quer saber, eu respeito, aceito e pratico o MILAGRE DE FÁTIMA (aliás e felizmente, como a esmagadora maioria do povo português), pelo que lhe recomendo: NÃO ENTRE POR ESSE CAMINHO !
    Já agora que “o lume está aceso”, jogo + uma acha para a fogueira: O senhor professor CAVACO SILVA, não precisa de se preocupar com a sua reeleição, porquanto os outros candidatos e seus apoiantes, ao procurar denegri-lo, só reforçam o sentimento dos eleitores indecisos: Votar CAVACO SILVA, eleger CAVACO SILVA logo à primeira volta.
    Não vale a pena perder tempo com Defensor de Moura (então e Serpa ?) ou com Francisco Lopes, o electricista: Um é vaidoso e o outro faz aquilo que o partido manda, já quanto aos outros dois candidatos, parecem-me pessoas diferentes.
    Fernando Nobre, parece-me uma pessoa séria e honesta que se deixou “enrolar” pelo “Ti Mário” (que está ofendido com o poeta), Manuel Alegre é um “bon vivant”, que gosta daquilo que é bom e que a burguesia lhe proporciona, escreve e recita umas “merdas”, às quais achamos piada, é um idialista (mas trabalhar… é mentira) que não fez mais que blá blá blá……. .
    Com candidatos, opositores, como estes, a expressiva vitória de CAVACO SILVA, será, ainda que previsivel e necessária, algo “sensaborona”, porque é o mesmo que estar a limpar o c. a meninos!
    @Celso Pereira.
    Concordo consigo.

  16. Paulo Nascimento diz:

    @Olho que vê

    Falhou na minha cor partidária, é um pouco mais à esquerda.

    E não tenho fé religiosa por ninguém, nem por Manuel Alegre apenas acho que ele é o melhor candidato entre todos.

    E não tenho problemas em critica-lo, ele já podia ter mandado umas farpinhas mais afiadas os Engenheiro.

    Mas olhando para os vários candidatos, não tenho duvidas que é o melhor.

  17. Paulo Nascimento diz:

    Sendo que o que está em causa é uma eleição pessoal.

    Eleição para um cargo cuja maior força é a magistratura de influencia, e não… não é a bomba atomica nem a capacidade de veto.

    O Candidato deve ter capacidade de dialogo, e capacidade de fazer-se ouvir e gerar consensos, sendo também uma voz critica e inspiradora para os portugueses.

    E olhando para os vários candidatos, que temos ?

    Cavaco
    O Rei dos silêncios, uma alma vingativa, odiada pela esquerda e temida pela direita, que é capaz de empurrar um governo da sua própria família politica para o abismo ( que o diga Santana Lopes).
    Incapaz de assumir uma posição neutral numa eleição legislativa, assumindo claramente a defesa do seu partido, mas trapalhão ao ponto de prejudicar os seus mais próximos aliados (Manuela que o diga)

    Fernando Nobre
    Um pobre coitado que se deixou manipular pela velha raposa Soares.

    Francisco Lopes
    O fio eléctrico que alimenta o megafone do comité central.

    Defensor Moura
    Quem ?

    Manuel Alegre.
    Não é santo, nem lá perto, nem sempre tem estado do lado certo da barricada. mas claramente um homem que pensa por si e que diz o que quer.
    Quem melhor que um poeta para inspirar, ou dialogar ?
    Há melhor prova de que este homem é capaz de exercer uma boa magistratura de influencia, quando consegue juntar o PS e o Bloco num mesmo projecto ?

    Por fim.
    Para eleger Cavaco, o rei mudo, mais valia eleger o Busto de Sá Carneiro, diz o mesmo e mete mais respeito.

  18. AVLISESTE diz:

    @Paulo Nascimento:
    Voltamos à mesma…… vamos mandar fazer um candidato a Beringel: Molda-se à nossa maneira e depois é só esperar que enxugue e fique pronto a usar!
    Todo o ser humano tem defeitos e todo o ser humano tem virtudes, mas…… do mal, venha o menos; Assim, convem lembrar: isto já não vai ou anda com inspirações poéticas, é preciso acção e saber! (Provas)
    Acção de Manuel Alegre ? Onde? só se tiver sido a ajeitar o microfone na Rádio de Argel (a trair os seus companheiros)? Para alem da sua passagem pela AR (pago por todos nós) o que é que mais fez? NADA !
    O saber de Manuel Alegre ? Sobre que matéria ? Declamar os Lusíadas ? Fazer umas quadras (boas), versos, poesias ?
    Isso só ? Não chega para ser presidente: Mal de nós, mal de Portugal, se remotamente essa hipotese se concretizasse! E por fim como diz: Afinal o professor CAVACO SILVA, mete respeito e é um candidato respeitável, daí que todos procurem incessantemente denegrir a sua imagem e a sua candidatura, o tempo em que esteve na governação, etc. etc.
    Cavaco Silva, respeita e dá-se ao respeito e já provou que não pactua com a bagunça, esteja ela onde estiver (no seu partido ou em outro qualquer). O povo português, felizmente, começa a reconhecer onde está a razão e a coerência, sabendo valorizar mais os actos que as palavras e assim sendo, não deixará de se exprimir maioritáriamente a favor de ANIBAL CAVACO SILVA, que será muito condignamente o presidente de todos os portugueses, durante mais um mandato!

  19. Intelectualmente Honesto diz:

    Imagine se fosse Sócrates
    por Daniel Oliveira

    Imagine que um homem próximo de José Sócrates estava envolvido na gestão criminosa de um banco e que isso custava cinco mil milhões ao Estado. Imagine que um outro homem ainda mais próximo de Sócrates (Armando Vara, por exemplo) também estava envolvido no caso. E que Sócrates, como primeiro-ministro, vinha a publicamente defender a sua permanência num cargo político.

    Imagine que se suspeitava que o banco em causa, quase exclusivamente composto por pessoas do círculo político próximo de José Sócrates, tinha contribuído financeiramente para a sua campanha anterior. Imagine que Sócrates e familiares seus tinham comprado acções desse grupo financeiro e vendido a tempo. Imagine que, sabendo-se tudo isto, Sócrates apoiava a nacionalização dos prejuízos deste banco. E imagine que essa nacionalização ajudaria a explicar a situação calamitosa do país.

    Imagina o que se escreveria sobre o assunto? A quantidade de vezes que o primeiro-ministro teria de explicar as suas ligações ao banco? Os esclarecimentos que teria de dar? As declarações que teria de fazer ao País? Como tudo seria investigado até ao mais ínfimo pormenor? Como todos os documentos seriam vasculhados? Não foi assim nos casos da licenciatura, das casas projectadas, da Face Oculta, do Freeport, da TVI? E muito bem.

    Não se percebe porque é que, num caso muitíssimo mais grave nas suas consequências para o país, parece dispensar-se qualquer tipo de vigilâcia democrática quando a pessoa que está em causa é, em vez do primeiro-ministro, o Presidente da República.

  20. Intelectualmente Honesto diz:

    in arrastao por Andrea Peniche:

    …”este é o banco em que Cavaco Silva nunca meteu um único dedo. E por isso disse de peito feito: «Nunca comprei nem vendi nada ao BPN». É a chamada verdade da mentira. Cavaco Silva nunca comprou nada ao BPN, mas o mesmo não se pode dizer relativamente à SLN, que por acaso até era proprietária do BPN e administrada pelo seu amigo e Conselheiro de Estado José Dias Loureiro. Mas isso são pormenores sem importância nenhuma, assim como os 147.500 euros que realizou em mais valias. Há que ser esperto e saber vender a tempo. E deve ser motivo de orgulho ter um presidente esperto. “…

  21. Intelectualmente Honesto diz:

    in wikileaks:

    Cavaco Silva destacado pelo “seu esforços em ser um mandatário bipartidário” mas a quem a embaixada atribui “sérias
    vinganças políticas pelo simples facto de não ter sido convidado à Sala Oval na Casa Branca”.

    traduzindo: um provinciano que usa o poder que lhe foi conferido pelo voto para retaliar pretensas «ofensas» pessoais

    Cavaco o que nao lê jornais e não faz campanha (pq aparece todos os dias como PR na TV)

    Cavaco o PR que indultou um foragido da justiça

    Cavaco o não politico que à mais anos anda metido na politica

    Cavaco o homem que enche a boca de bolorei

    Cavaco o homem que conseguiu aumentar mais o deficite (informem-se) no periodo em que mais «ajudfas» se recebia da CEE

    Cavaco o homem que tem a lata de dizer q so foi fazer a rodagem ao carro e nao queria ser Pres. PSD

    Cavaco o homem a quem o Chico electricista deu 5:0 sem espinhas

    Nota: Nao voto no Chico nem no Alegre, e nao sou do BE 🙂

  22. AVLISESTE diz:

    @Intelectualmente honesto:
    Será que é mesmo intelectualmente honesto? ou essa honestidade e só para um lado? julgará que o povo português está esclarecido quanto aos processos de que falou ? e sobre a casa pia ?.
    Sabe-se bem quem vasculhou os documentos e quem os mandou destruir ou esconder! Sabe-se bem o dia e a hora e a “universidade” em que o Sr. Socrates tirou a licenciatura, tal como se sabe o “excelente e admirável” percurso que o sr. Vara, teve na CGD e no BCP.
    O professor Cavaco Silva, comprou em tempo acções de uma empresa chamada SLN, como poderia ter comprado da empresa A, B ou C: Se teve + valias, em tempo ? também outros investidores tiveram! Qual a razão de estar a quer misturar “alhos com bugalhos”? É só para confundir !
    @Intelectualmente honesto, analize p.f. as escandaleiras financeiras que têm havido com figuras “gradas” do PS: Por exemplo: Caso Melancia, Almeida Santos, Murteira Nabo, Penedos, Rui Nabeiro, filho de Mário Soares, Grupo de Macau, etc. etc. Tem sido um “fartote” !
    Com honestidades destas…….. eu vou ali e já volto !

  23. João Espinho diz:

    @intelectual – você anda a treinar para idiota? vá, vá lá votar!

  24. AVLISESTE diz:

    @João Espinho!
    Uma vez mais….. essa foi mesmo na “mouje”! Será que o homem é mesmo intelectualmente honesto? Dizer que CS levou 5 zero do electricista, configura uma coisa: O homem, de intelectual não tem nada, não percebe sequer donde “sopra o vento” e como não há ventos que soprem a favor quando se desconhece o rumo, estamos conversados quanto a estes pseudo intelectuais: Limpo a fralda da minha neta à intelectualidade destes individuos, já que m…. com m…. dão-se bem !
    É caso para dizer: A candidatura do professor ANIBAL CAVACO SILVA, incomoda !
    Deixo a pergunta: Porque incomoda tanto a re candidatura do professor ANIBAL CAVACO SILVA ?
    (Quanto mais me bates…. mais gosto de ti!)

  25. El Juanito diz:

    Eh eh eh!
    Fico pasmado como os ilustres desta praça ainda perdem tempo a vêr esses “debates”. Não se sabe já desde há muitos meses que o vencedor será o actual PR?! Até mesmo antes de ele anunciar a sua candidatura, já se sabia que não seria necessário mudar a decoração do palácio de Belém.
    A reeleição do actual PR deve-se sobretudo à falta de “qualidade” dos demais candidatos.
    Já nas anteriores eleições foi a mesma situação, fracos candidatos e lá venceu o Prof. O único que lhe fez frente foi o Mário Soares mas como já estava “fora de prazo” , deu no que deu.
    Penso que esse espaço televisivo poderia ser preenchido com episódios do MacGyver. Era a mesma coisa, já se sabe o final do filme.
    🙂

  26. Celso Pereira diz:

    Há uma questão que me tem assombrado nos últimos dias…….será que a esposa do francisco lopes e candidata a primeira-dama…………… fala francês ?

    Cumpts,

  27. Abade Anacleto diz:

    Confesso que li com a máxima atenção todos os comentários anteriores. Não sei porquê lembrei-me da Feira da Ladra em Lisboa. Uma coisa que gosto no Blog do João é que aqui há liberdade de opinião. Eu não perco 1 segundo da minha vida a ver os debates para a Presidência. Porquê? Porque a conversa é sempre a mesma! Os candidatos são todos uma porcaria, para mim, nenhum é nada que se aproveite. Nenhum deles! Tenho saudades do tempo em que o Eanes era Presidente, não por ser ele, mas sim porque aí o Presidente era-o de facto, tinha poder interventivo! Quem teve a maldita ideia de alterar e cercear os poderes do PR devia ser preso! Os actuais poderes do nosso PR (seja quem for) são como os da velha Isabelinha de Inglaterra. O governo faz o que lhe dá na telha e ela assina. E pronto! O que interessa quem vai ser o próximo Presidente? É uma mera figura de estilo.

  28. AVLISESTE diz:

    @Abade Anacleto:
    Talvez concorde consigo; assim, recomenda-se a coragem de alterar a constituição e tornar o regime, clara e assumidamente presidencialista, ou reforçar significativamente os poderes do PR, porque como está e como bem refere, a sua figura é quase e só uma figura de estilo.
    Enquanto não se altera a constituição, eu vou votar ANIBAL CAVACO SILVA para Presidente de Portugal e de todos os portugueses.
    Quanto aos debates, nada acrescentam ao esclarecimento das pessoas, tal como o foclore das campanhas eleitorais.

  29. Manuel de Jesus diz:

    Enfim, este país está a tornar-se
    um colete de forças…

  30. Paulo Nascimento diz:

    @AVLISESTE

    Sobre a sua escolha de voto, respeito.
    Mais importante do que as escolhas de cada um, é o facto de votar, e não em branco.
    Se mais gente fizesse o mesmo teríamos uma democracia melhor.

    Sobre o regime mais ou menos presidencialista. Acho esse assunto uma guerra de alecrim e mangenora, que de vez em quando aparece na praça publica para entreter o povo.

    Todo e qualquer regime deveria estar no caminho de uma maior participação cidadã, introduzindo gradualmente uma maior autonomia das populações.

    Para que no futuro deixemos de ter presidentes e lideres gloriosos. Uma Democracia Directa.

  31. AVLISESTE diz:

    @Paulo Nascimento
    Efectivamente, quem não vota, nâo deve opinar, queixar-se ou criticar as escolhas dos outros. Votar é participar e colaborar nos destinos colectivos.
    Democracia directa ….. ? Como … ? Onde … ?, ficar-lhe-iamos gratos se exemplificasse ou citasse os países onde ela existe e é praticada.
    Muito por culpa dos maus políticos que temos tido, cada vez mais as pessoas se demitem das suas responsabilidades de participação e escolhas, já que, é triste e degradante o espectáculo a que se assiste diáriamente, proporcionado por essa “alambasada” classe.
    Cada vez há politicos mais mediocres e a ocupar lugares de relevo: Porquê ? porque a política se tornou numa bagunça sem quaisquer princípios onde tudo vale. A acção política devia servir a causa comum, mas infelizmente, vemos a cada passo, que a acção se fica pelos interesses pessoais dos seus mentores (salvo raríssimas e honrosas excepções).
    Entrou-se num ciclo de “pescadinha de rabo na boca”: Há pouca participação porque há maus políticos e há maus políticos porque há pouca participação. Como se dará volta a isto ? e a tendência tende a agravar-se !

  32. Paulo Nascimento diz:

    @AVLISESTE

    Na idade média, falar em Democracias Representativas, soaria pior do que nos tempos de hoje falar em Democracia Directa.

    E hoje vivemos em democracia representativa. demos tempo ao tempo.

    Sobre a podridão do regime, Portugal sofre dos problemas inerentes a qualquer sistema liberal, com uma agravante.

    A justiça não funciona. Muito deste ciclo vicioso em que vivemos seria parado se meia dúzia de “poderosos” fossem parar á prisão.

    Mas isso não acontece,porque não temos juízes. Temos funcionários públicos com esse titulo, que até fazem greves, com altas mordomias e sem qualquer legitimidade democrática.

  33. Celso Pereira diz:

    “Há pouca participação porque há maus políticos e há maus políticos porque há pouca participação.”

    – A verdade é que a percentagem de políticos que desenvolve esta actividade ( e alguns há longos anos ) contribuiram e contribuem pouco ou nada para a evolução do país. Se foi com intenção ou por incompetência, pouco importa para o resultado final, que é na realidade o que nos interessa a todos. Ou acreditam que se eles forem para a xoldra o resultado muda ?!
    A grande parte, nunca assume que está na hora de sair, nunca assume os erros cometidos, optando por disfarçá-los com palavras finas e grandes camadas de pó-de-arroz.
    Na minha opinião, existem jovens com muito valor no voluntariado, que têm condições para assumir funções de mais alto relevo com o espiríto de missão necessário e acima de tudo sem prestar vassalagem a partidos políticos.
    Utopia ?! Espero sinceramente que não.

    Cumpts,

  34. zaida diz:

    @aveliseste:
    Você vê-se logo que nasceu no país onde ainda se tira o chapéu (que já ninguém usa) aos Doutores! Então o Cavaco é bom porque é Doutor e os outros não sdabem nada nem têem categoria? Olhe: leia as últimas notícias dos jornais do Brasil e os comentários à presidência do »iletrado« Lula! Talvez aprenda qualquer coisa com a popularidade do torneiro mecânico que tirou o Brasil da fossa, onde os doutores o haviam colocado!
    Ciau!

  35. El Juanito diz:

    @ zaida
    Mai nada!!!

  36. V.Matos diz:

    Caros amigos,

    Por vezes fico perplexo que entrados no séc XXI, num país situado na Europa, se continuem a atribuir determinadas capacidades de análise e de intervenção política, incluindo cargos de gestão e governativos, unica e exclusivamente a licenciados (de preferência em Economia, Gestão e Engenharia), como se estes transportassem uma sabedoria “sobrenatural” que lhes conferia o canudo. Pois eu, até tirei um curso superior numa dessas áreas. E digo-vos, que nos anos em que estive numa conceituada universidade pública do país, vi autênticas nulidades ao meu redor. Não me ponho num pedestal porque sei as minhas limitações (aliás o contrário é uma das características dessas nulidades). Agora, dizerem que o A, B ou C não podem dar bons Presidentes da República, Ministros, Presidentes de Câmara, só porque são electricistas, canalizadores, técnicos de segurança… para mim esta ideia parece-me uma aberração e normalmente parte de pessoas com estudos (que tiveram essa boa opção e possibilidade) e que se sentem, por esse facto, superiores a grande parte do resto dos portugueses.

    Foi dado o exemplo do Brasil. Um torneiro mecânico levantou um país. Há muito por fazer, nem tudo foi perfeito mas que esse país está, hoje, na qualidade de “irmão” velho, está!!! Hoje é Portugal que precisa do apoio da América Latina. Podem dizer “Ah! Mas é um país de mercado de milhões, com matérias primas…”. O que vos digo? “Ah, foi para o FMI um dos países com o maior crescimento em 2010, época de crise”. E o economista e empresário Dr. Collor de Mello, o Engenheiro Itamar Franco e o sociólogo Dr. Fernando Henrique Cardoso, em melhor contexto económico, não o conseguiram. Porquê? Posso não estar certo, mas partilho uma convicção que me faz parecer que tudo tem a ver com as opções políticas que se defendem e que lado se pretende defender. Só a caridade não mata a fome e não desenvolve o país.

    Votem em consciência, de forma livre, mas poupem-me de ingenuidades ou deixem de ser Homem-Garnizé (com h grande para incluir senhoras).
    Não sei se em Beja se chama garnizé mas passo a explicar: É uma espécie de galinha que apesar de menor, anda sempre “emperuada”!!
    Boa tarde.

Deixe Uma Resposta