Dez 29 2010

Cavaco Silva em Beja

Publicado por as 16:16 em Presidenciais 2011

Acredito em Portugal.

Cavaco Silva desloca-se dia 7 de Janeiro a Beja, onde participará num almoço com apoiantes e simpatizantes da sua candidatura.
O almoço terá lugar no NERBE, pelas 13h00.
Os interessados deverão fazer inscrição, até dia 5 de Janeiro, na sede de campanha em Beja (Largo Escritor Manuel Ribeiro – em frente ao Liceu)

Share

12 Resposta a “Cavaco Silva em Beja”

  1. Zé dos Papeis diz:

    Haja Pachorra!

  2. JO diz:

    Também o candidato Francisco Lopes virá a Beja no dia 7. E a Serpa.
    Jantar em Serpa com Francisco Lopes. Pavilhão multiusos.

  3. zaida diz:

    Todos ao jantar do Francisco Lopes. Com o Cavaco, nem à borla.

  4. Pedro diz:

    Eu pergunto, o que este Sr. fez pela nossa região para receber almoço com apoiantes, em Beja?
    Haverá povo mais ‘cego’ que o nosso?

  5. lelito diz:

    O maior cego é aquele que não quer ver.

  6. El Juanito diz:

    Francisco Lopes vem a Beja?! Mas…vai haver algum espetáculo de “stand up comedy” ?! Já agora convidem também o candidato da Madeira, acho que sabe melhores anedotas! LOL 🙂

  7. Anónimo diz:

    @Pedro,

    Por muito que muitos tentem convencer os mais incautos (ia dizer estúpidos! …) do contrário é a “este Sr.” que os alentejanos devem a construção da Barragem de Alqueva.

    Quando o Eng.º António Guterres de má memória anunciou, com pompa e circinstância, que avançava com a construção da dita barragem com ou sem financiamento da CEE ESTAVA A MENTIR como mentiu aos portugueses em quase tudo. O dito financiamento estava então JÁ ASSEGURADO por “este Sr.” Aníbal Cavaco Silva quando ainda Primeiro Ministro de Portugal.

    Entendeu ou precisa de um esboço?! 😉

    @lelito,

    Claro que é! 😉

  8. Paulo Nascimento diz:

    @Zaida.
    Infelizmente por razões de agenda politica não posso ir ao jantar com o chico, mas se houver segunda volta contamos “Alegremente” com a malta do chico para um jantar cá na terra.
    Os jantares do Silva costumam sair caros, há volta dos cinco mil milhões, e todos pagam vão ou não.

    @anonimo
    O Engº Guterres apenas fez o que muitos prometeram fazer durante décadas, e que sr Economista só disse que ia fazer quando estava de saída.

    Mas para sermos justos, temos de dizer que foi o Salazar que iniciou o processo, ou Afonso Henriques ainda há mais tempo. mas como para haver barragem tinha de existir primeiro o rio Guadiana, então temos de dar os créditos a deus. Mas como deus não existe, ninguém pode reclamar a obra.

    Conto com a malta para virem ao jantar do Manuel, (exepto os socratistas, costuma dar-me indegestões).

  9. jocasipe diz:

    O ome já ganhou, e à 1ª volta para poupar o erário público a outras despesas. Ou haverá alguém que ainda não percebeu? Daahhhh… Chicos, Coelhos, lebres alegres ou tristes e outros defensores. Portugal teve dois mundos o AS e o PS. Só espero que o Pós Soc….. (sff preencha os pontos conforme entenda) não seja o auge da necrologia de um País.

    Legenda:
    AS: Período Antes de Soc…..
    PS: Período Pós Soc….. (se ainda existirmos/subsistirmos)

  10. Pedro diz:

    @lelito, falar é fácil, fazer é que é mais “chato”. Quando as obras no Alqueva começaram a sério (em 1996) e acabaram, não me lembro de ver lá o Sr. Cavaco Silva. E mesmo que tivera sido ele, foi com a construção do Alqueva que os problemas no Distrito de Beja se resolveram? Continuamos no mesmo masmarro, a mesma não-existência face ao resto do País, e que se não fosse os espanhóis com o olival, os paineis fotovoltaicos, ninguém falaria de nós.
    Se você quer continuar assim, então vote Cavaco!

  11. NG diz:

    O único Alqueva que o Cavaco nos legou, foi deixar o Alentejo e o resto do País alagado em … caca!

  12. Pedro diz:

    Correcção: a minha resposta é para o Anónimo, e não para o lelito.