Nov 04 2010

O fim da acumulação de pensões e salários?

Publicado por as 16:20 em Geral

Tal como São Tomé: ver para crer.

Share

5 Resposta a “O fim da acumulação de pensões e salários?”

  1. NG diz:

    Finalmente, a perspectiva (é mesmo de esperar até ver se…) de adopção de uma verdadeira medida de contenção da chulice institucionalizada! Espero que se estenda ao sector privado! Rapidamente!

  2. Qualidade da Democracia diz:

    Com tudo o que tem de enquadramento económico e financeiro, em Portugal, decerto muitos personagens que ” mamam ” em duas ou três tetas ao mesmo tempo, irão na prática abdicar dos postos de trabalho e optarem pela reforma, ou quem mais lhe paguem, o que significa na prática menor despesa pública e como resultado o equacionar de número de postos de trabalho que ficarão sem dono e abertos a quem está no desemprego com qualificações para o desempenho.

    Desejo que seja uma realidade e não uma vaga promessa, se assim fôr é uma óptima medida !!!

  3. Regina diz:

    sinceramente discordo que a medida siga depois pro sector privado. No público acho muito bem, pois está em causa o dinheiro dos contribuintes, agora no privado devemos ver o revés da medalha: um reformado que recebe pensão por DIREITO, devido aos descontos que efectuou durante 3 décadas ou mais, pode ainda querer trabalhar e muito bem, pois não só continua a contribuir para a Segurança Social, como ainda produz, e combate as depressões causadas na velhice pelo ócio. Ninguém deve ser impedido de trabalhar e receber pelo que trabalha.
    No público a história é bem diferente pois está em causa pensões vitalicias, adquiridas não pelos descontos, mas pelos cargos que ocuparam. Situações de grande injustiça social…e moral!

  4. NG diz:

    @Regina:
    Então o dinheiro das pensões no sector privado, veio dos constribuintes ou caíu do céu?
    Está reformado? Ceda o lugar a outro e contribua dessa forma para minorar o elevadíssimo índice de desemprego que nos comprime! E não é só no Público que existem as situações chocantes que todos conhecemos… Quer trabalhar pós reforma?Muito bem: conceda-se esse direito. Mas suspenda-se o pagamento da pensão… O Direito à pensão é tão Direito no privado como no público.

  5. Me diz:

    Concordo inteiramente.
    Publico e Privado.
    É devido aos que acumulam 2 ou 3 empregos que depois há quem não tenha um.
    E se está reformado, que se governe com a pensão e semeie batatas, procure ser auto-suficiente, que tem tempo para isso.

    Agora, toda a gente está é à espera de um tecto para as pensões.
    Essa é que vai ser a cereja do bolo…mas só sairá mais perto de eleições legislativas, porque quem tiver tomates para o fazer (PS a implementar o PSD a propor) ganha.

    Acho bem tambem a proposta do PSD de querer levar a Tribunal e responsabilizar judicialmente algumas pessoas, porque politicamente já se viu que não dá resultado, enchem os bolsos e acobardam-se…

    Na Islandia, mais de meio Governo foi preso.
    Porque esperam???

Deixe Uma Resposta