Nov 19 2010

Por estes dias

Publicado por as 11:56 em Fotografia


foto: josé manuel cabo

Portugal é o centro do mundo.
Já agora: “Sim à Paz – Sim à NATO”

Share

8 Resposta a “Por estes dias”

  1. AVLISESTE diz:

    Sim senhor: Sem medo e sem vergonha:
    Sim à PAZ e Sim à NATO.
    Viva a liberdade e a democracia: Abaixo as Golpadas e a Corrupção!
    Abaixo os cursos de Fim de semana, que só favorecem os compadres e os afilhados!
    Pela competência, dignidade, seriedade e honestidade!
    VIVA PORTUGAL…. Fora com a canalha !

  2. Paulo Nascimento diz:

    @João Espinho

    “Sim à Paz – Sim à NATO”
    Reparaste que isso é uma contradição nos termos ?

    Podia vociferar aqui litros de letras, em resmas de comentários.

    ….

    Mas não vou.

    🙂

  3. Sportinguista diz:

    “Sim à Paz – Sim à NATO”
    Não aos milhões de EUR que gastam e que fazem os outros perder nestas cimeiras! Esse avião podia bem ter aterrado em Beja!!!

  4. Anónimo diz:

    “Sim à Paz – Sim à NATO” … Contra alguma patetices que se vão ouvindo e lendo por aí …

    @Paulo Nascimento, não são precisos “litros de letras” nem “resmas de comentários” pois a cassette dos pseudo-anti-qualquer-coisa é de todos conhecida! 😉

  5. Anónimo diz:

    “Esse avião podia bem ter aterrado em Beja”

    Obrigado pela gargalhada pq rir faz bem … e depois o Obama ia na caminete da carreira até Lisboa LOL

  6. Sportinguista diz:

    “Obrigado pela gargalhada pq rir faz bem … e depois o Obama ia na caminete da carreira até Lisboa LOL”
    Mr. Obama ia de autocarro ou de automotora até Évora para ir então no intercidades até ao Oriente.

  7. Anónimo diz:

    @Sportinguista,

    HEHEHE Ganda LOL !!! 😉

  8. El Juanito diz:

    SIM!
    Sim à Paz e sim à NATO!

    Nem compreendo como se podem aqui postar ideias contra a NATO.
    Se não fosse esta organização, hoje ainda haveria a carnificina dos balcãs. Isto para falar de uma guerra que recentemente nos trouxe imagens semelhantes ás do Holocausto Nazi.
    É claro que à luz da sua génese esta organização hoje não faria sentido. Mas se ela tivesse acabado aquando do desmoronamento do Pacto de Varsóvia, outra organização teria nascido no mesmíssimo dia para lidar com as outras querelas Mundiais.
    Assim, como a NATO já existia, adaptou-se às novas situações.
    Deixem-se é de falácias!

Deixe Uma Resposta