Ago 20 2010

Burrices

Publicado por as 11:50 em Geral

A Justiça portuguesa tem as suas curiosidades.
Ao ponto de, em processo sumário, condenar um agricultor ao pagamento de 450 euros por conduzir embriagado uma carroça puxada por um burra.
Foi-lhe ainda aplicada, como pena acessória, a inibição de conduzir qualquer veículo motorizado por um período de sete meses.
Neste país, onde se multiplicam os casos que se arrastam no tempo, sem que se vislumbre um qualquer desfecho, houve a celeridade em condenar um condutor de carroça puxada a burra.
É verdade que se conduzir não beba, mas os tribunais não têm mais nada para fazer? Fica a impressão que o criminoso pobre é facilmente julgado. Já os engravatados…
Quando o mar bate na rocha quem se …..! Pois, é isso mesmo.

(notícia)

Share

7 Resposta a “Burrices”

  1. João Barros diz:

    é verdade que a lei é para ser cumprida por todos… mas se tratassem os outros casos tão depressa como trataram este… e o outro que ele vai ter novamente em setembro…
    se isto não é uma caça a multa por parte da GNR ou da PSP… é a isto que chamam de justiça correctiva? eu chamar-lhe-ia mais justiça punitiva que outra coisa…
    queria ver se fossem ciganos nas suas carroças, se a GNR os mandavam parar…

  2. " Hobby and lobby " diz:

    As receitas são poucas e as despesas muitas.

    E depois toca a pagar e a multar para equilibrar as finanças.

    Mas ” PORRA ” porque não se viram para quem o tem, que é a banca em tempo de crise com lucros de MILHÕES e MILHÕES …

  3. hpalma diz:

    Então o que acham de as Estradas de Portugal andar a pedir cerca de 1500€/ ano a empresas que estão implantadas à vários anos no Parque Industrial e cuja fachada exterior, voltada para a estrada de Serpa, tem placas com o respectivo nome! Segundo os senhores da EP , essa publiciade tem que ser paga (já é paga pelos empresarios ao Municipio). O que é estranho é só passados estes anos todos e numa altura dificil para as empresas, virem com esta história. Mais curioso ainda é pedirem a uma empresa, não pedirem às duas do lado e irem pedir a outra bem mais abaixo. Será que não querem que os empresarios falem do assunto entre eles, ou isto é só para alguns pagarem? Um dos empresarios recusou pagamento e levou o caso para tribunal. Para não ficar com uma divida ao estado em aberto, em vez de aceitar penhora de bens teve que fazer uma garantia bancária nesse valor enquanto o processo decorre! Resta saber quanto tempo vai demorar o processo e quanto vai custar toda esta situação…

  4. C Gomes diz:

    E a pena acessória de inibição de conduzir não se estendeu a veículos de tracção animal e carrinhos de mão?

  5. Zé Lelo diz:

    É por estas e outras semelhantes que, com muito sacrificio, optei, democraticamente por comprar um mercedez. É diferente!…

  6. El Juanito diz:

    Ah pois!
    Onde pensam vocês que se arranja o dinheiro para pagar as indemnizações aos tais engravatados!
    É no Zé Povinho que não tem posses para se defender, que o estado (tribunais) ataca afim de sacar os parcos haveres.
    Faz-me lembrar o Xerife de Nottingham!

  7. El Juanito diz:

    Ai! Não ponham os lelinhos no mesmo saco! Como sabemos, os lelinhos são tradicionalmente não-prevaricadores. Porque razão haveria a “justissíma” GNR de os multar?!
    Vocês também, sempre a implicar com os lelinhos!!! Deixem-nos ir receber os RSI descansados!
    🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 🙂 :-):-) 🙂 🙂

Deixe Uma Resposta