Ago 11 2010

Mais uma do Diário do Alentejo

Publicado por as 11:30 em A minha cidade

O assunto parecia ter morrido. Ainda bem que ressuscitou.
Fiz-lhe uma breve referência num comentário. Transcrevo o que escrevi:
“Descrédito sabe o que é? É a página 4 da última edição do DA, numa peça assinada por uma tal de Carlos Pereira. Linda!”
Como nesta terra poucos ligam ao Diário de Alentejo, não se incomodando com o facto de o mesmo sobreviver à custa de dinheiros públicos, a peça a que me refiro parecia ter passado despercebida.
Assinada por Carlos Lopes Pereira (ex-director do DA) a peça é esta.
Mas, se o assunto parecia morto, alguém se lembrou de o trazer à baila. Lopes Guerreiro terá as suas razões em não citar nomes. Porém, esta aldeia é demasiado pequena para que ocorrências como a descrita não venham, mais tarde ou mais cedo, ao conhecimento público.
Não me vou deter no que terá ocorrido na conversa entre o Conselho Directivo da AMBAAL, o jornalista e o director do DA.
Interessa-me, enquanto cidadão e contribuinte, tentar alertar para as jogadas que, baseadas num pretenso jornalismo independente, se vão fazendo dentro dos muros do Diário do Alentejo.
Não é precisa uma leitura muito atenta da peça assinada por Carlos Lopes Pereira para se perceber o que se quer atingir.
Quando se escreve: “Um empresário é acusado pela Câmara de Beja de despejar lixo em local público e arrisca-se a pagar uma coima que pode ir até aos 600 euros. O empresário rejeita a acusação, que classifica como sendo “muito à moda dos tempos da velha PIDE“, fala de “abuso”, quer uma indemnização e exige desculpas à autarquia“, o jornalista faz a apologia do crime. Espera-se que um dia, quando um empresário bejense for multado por infracção ao código de estrada, o jornalista Lopes Pereira leve para as páginas do DA o título: “PSP não apoia empresários bejenses”.
Haja paciência!

Share

35 Resposta a “Mais uma do Diário do Alentejo”

  1. Mario diz:

    “…no que terá ocorrido na conversa entre o Conselho Directivo da AMBAAL, o jornalista e o director do DA”
    A notícia até pode ser uma merda, o DA até pode estar uma bosta, mas suponho que vivemos num estado de direito e este acto é ilegal e só tem uma leitura “pressão ilegítima sobre o jornalista”. Os fins não justificam os meios.

  2. João Espinho diz:

    @mario – vamos promover o CLP a Manuela Moura Guedes e temos aqui pano para mangas. As pressões são todas censuráveis, mas há quem se deixe pressionar e há quem não vá em fandangos. Vamos aguardar pela próxima edição do DA.

  3. joroca diz:

    É sintomático no seu post cita claramente o nome do jornalista, Carlos Lopes Pereira, e não cite o nome do autor da pressão (ilegitima diga-se) Jorge Pulido Valente. São critérios…

  4. João Espinho diz:

    @joroca – o CD da AMBAAL não é só o JPV. E se se informar, saberá qual foi a posição dos restantes elementos. Mas já estou a ver o CLP a ser entrevistado e a queixar-se das “pressões ilegítimas”, esquecendo-se de referir outras pressões, seguramente legítimas por emanarem da Rua Ancha. Não me lixem!

  5. joroca diz:

    Eu sei que é defensor oficioso do JPV. Mas quem promoveu a inquirição do jornalista foi Jorge Pulido Valente. Pode sempre esconder-se atrás do CA da AMBAAL, mas naturalmente que isso ainda seria pior pois demonstraria cobardia. Mas volto ao cerne da questão que é incontornavel ” PRESSÃO ILEGÍTIMA”.

  6. João Espinho diz:

    @joroca – eu sei que o mais fácil é chutar para canto. Neste caso, por duas vezes, pois você sabe que não sou defensor nem oficioso nem de qualquer outra forma de JPV.
    A outra é a suposta “pressão” de JPV sobre CLP que alguns teimam em sublinhar. O esterco que foi escrito, não interessa. Já agora, joroca, foi você que se insurgiu quando o DA censurou um artigo de Pires dos Reis? Bem me parecia que você tinha ficado calado.

  7. Pedrada no Charco diz:

    O Carlos Lopes Pereira já tocou todos os instrumentos no Diário do Alentejo.

    Um pouco de história : era quadro da Câmara Municipal de Serpa, foi colocado pelo José Rocha como jornalista, depois chefe de redacção, director, voltou a jornalista e está novamente em chefe de redacção e já é desde há bastante tempo quadro do Diário do Alentejo ou seja funcionário da AMBAAL .

    O cavalheiro ainda consegue ter mais do que tempo diário e informático no Diário do Alentejo, para não dar o nome e fazer mais um pasquim comunista do qual é o seu principal redactor e colaborador .

    Mais se poderia escrever e dizer, fiquemos por ora com a notícia da oficial da Rádio Voz da Planície, a escrever no seu site a anulação do concurso público para a direcção do Diário do Alentejo, e a que a figura comunista referida não é e não será alheia num futuro próximo .

  8. Maria Teresa diz:

    Não podemos misturar as coisas, como aqui se tenta fazer, se o João não gosta do que é escrito no DA é um direito que lhe assiste, se utiliza o seu blog e outros espaços para fazer eco disso é um direito que lhe assiste por inteiro. Se um membro do CA dono do DA não gosta do que lá é escrito pode fazer várias coisas: chamar o director do jornal e fazer-lhe sentir isso, pode fechar o jornal, vender, dar, despedir os jornalistas, pode fazer isso tudo que a a lei lhe permite. Mas não pode, repito não pode, porque a lei não lho permite, chamar o jornalista e discutir com ele matéria do foro editorial.
    Se JPV e outros membros do CA fizeram isso estiveram mal.
    E não há “esterco de noticia” que justifique esse comportamento, se o João não quer entender isto, e tenta encontrar questões laterais é também um direito que lhe assiste, mas não é a mesma coisa que justifique uma coisa tipo ” a noticia era tão má que se entende o comportamento do Pulido Valente e dos membros do CA”, isto não é sério.

  9. João Espinho diz:

    @maria teresa – vamos por partes para que não restem equívocos.

    Suponhamos: eu assisto, na rua, um tipo a agredir uma idosa. Chega a autoridade policial que detem o agressor e o leva para a esquadra.
    Eu escrevo aqui no blog a minha indignação por haver quem agrida idosos. Porém, a Maria Teresa, por portas e travessas tem conhecimento que o agressor foi espancado na esquadra da polícia. E escreve no seu blog uma metáfora ilustrativa da sua revolta por a autoridade usar a força contra um tipo.

    Regressados à realidade: eu manifesto publicamente a minha repugnância por uma certa forma de fazer jornalismo. Outros escrevem a sua indignação por pressões sobre um jornalista.

    Chegados aqui: se houve ilegalidade praticada sobre um jornalista, este tem ferramentas (ERC, p.ex.) para repor a legalidade.
    Já eu, enquanto cidadão contribuinte, nada posso fazer para que as páginas do DA não sejam semanalmente transformadas em extenções do “Avante! e em meio de propaganda do PCP.

    Fiz-me entender?

  10. José Roberto diz:

    Caro João Espinho sou um leitor assiduo deste seu blog, mas não entendo qual é o proposito do mesmo, não sei se será o de imformar que o le, se será apenas de tentar deitar abaixo uma fação politica, se será de esclarecer o que vai de mal no nosso distrito, eu sinceramente acho que é a segunda hipotese porque se o proposito for de imformar ou esclarecer o que temos de ruim por cá então acho que está a prestar um serviço pouco saudavel a comunidade.
    Pelo seus posts e por alguns cometários que faz vejo que não morre de amores por o PCP e CDU e por quem comanda os destinos desse partido e coligagação tanto a nivel nacional como a nivel regional, o João Espinho tenta fazer passar a ideia que tudo o que está mal, ou tudo o que se fez de mal a culpa foi dos comunistas e facil chegar a essa conclusão como disse basta ler os seus post e cometários.
    Concerteza deve-se lembrar de entre outros que recentemente publicou 2 post sobre o concurso na Camara de Serpa que tinha sido ganho pela filha do presidente João Rocha e tambem o post que fez sobre as supostas perseguições , a membros da Assembleia Municipal eleitos pelo PS por parte de eleitos da CDU, post esse baseado numa noticia de radio, estranhei pois visto que é muito atento a Serpa que não tenha noticiado que o Municipio de Serpa vai ofercer os manuais escolares a cerca de 650 crianças do concelho, porque não comentou tambem o facto de Serpa se o melhor Concelho do baixo Alentejo para viver, porque não comentou mais um investimento em Moura de cerca de 4 milhões de euros, porque não comentou tambem que o Municipio da Vidiguiera tambem vai ofecer os manuais escolares, porque tambem não comentou o facto da mulher do presidente do Municipio de Mertola, e da filha do presidente do Municipio de Cuba terem ganho um empregos nas recem criadas aguas do Alentejo, maius estranho ainda o facto de 1 dessas senhoras ter um curso em zoologia o que tem tudo a ver com a empresa em questão, o facto do seu amigo Jorge Pulido Valente quando saiu da camara de Mertola ter conquistado um emprego na EDIA, e no Municipio de Beja só havia tachos com a CDU ao que pareçe o actual presidente já criou alguns e segundo sei o antigo autarca de Beja não possuia cartão de credito da autarquia, já o actual pareçe que tem e lhe dá bom uso ou estarei enganado????? Se quiser perseguições olhe em Cuba tambem se fazem a funcionarios municipais que deram a cara pelas listas da CDU, pareçe que não é exclusivo da CDU fazer perseguições o PS tambem as faz, do que tenho visto todos os partidos fazem moções e mudam deputados mas o senhor só critica quando essas acções são tomadas por parte do PCP, até o facto de se utilizar um simples e banal email para comentar opções politicas o senhor critica, curioso o facto de durante 30 e muitos anos nada ter sido feito e derrepente a fazer fé nos seus post e nos seus comentários alguem descobriu a salvação para os problemas do Alentejo e quem sabe de Portugal com uma wine party que até o proprio nome da festa é elitista e a referida festa tambem o foi senão veja-se os 25 euros de entrada que provalvemente não está a alcançe de uma familia com 4 pessoas pagar a não ser que perteça a uma classe media alta e provalvemente esse dinheiro das entradas serviu para pagar as caras bonitas que por lá apareceram, actores e actrizes e etc, ridiculo no minimo, gostava de saber qual o volume de negocios que lá foi feito, e que para alem de servir para mostrar as ultimas tendecias da moda e para algumas senhoras se pavonearem com os vestidos, qual foi o empurrão, a ajuda para a economia do concelho, do distrito.
    Concerteza tambem nada irá escrever sobre a expulsão de Narciso Miranda e mais alguns militantes do PS, imagino o que para aqui ia se tivesse sido o PCP ou o que o senhor não disse que o PCP o fez.
    Todos estes assuntos e muitos mais o senhor pareçe não saber ou então só sabe o que lhe interessa.
    Não quero com isto dizer que o PCP e a CDU fizeram tudo bem e bom mas tambem certamente não fizeram tudo de mal como o senhor Espinho quer fazer passar
    Acho que o senhor João Espinho é estremista e fundamentalista em relãção ao PCP e a CDU e parece-me que o senhor é tudo menos democrata como se auto intitula.
    Com todo o respeito que me mereçe que tenha um resto de bom dia.

  11. Maria Teresa diz:

    Não.
    E este seu comentário mostra (em minha opinião) que a sua leitura não é correcta.
    Você tem direito à indignação.
    o CA e o JPV não têm o direito a fazer o que fizeram. estes têm outras ferramentas se quiserem protestar sobre uma noticia.
    Da mesma forma que a autoridade não tem o direito de espancar o agressor.
    Tal como você diz ” a polícia tem outros meios para repor a legalidade como os tribunais. A não ser que entremos numa de justiça popular e aí…

  12. ZE DO CASTELO diz:

    Decorrido quase um ano após a derrota do PC nas autarquicas , o que originou uma maioria não comunista na Associação de Municipios , a Rua da Ancha continua a mandar no DA.

    O que se passa afinal ?
    Falta de ” tomates ” para correrem de vez com o PC do DA ?
    Incapacidade e incompetência politica dos autarcas do PS e do PSD ?

    Se demoram um ano para resolver um problema menor como é o DA ,como será para enfrentarem os grandes desafios que conduzem ao desenvolvimento das suas terras ?

  13. João Espinho diz:

    @ze do castelo (mais um heterónimo, ena ena) – passe bem o resto do dia.

  14. João Espinho diz:

    @maria teresa – aguarde-se, portanto, que a violação das leis de um Estado de Direito seja punida.

  15. Celso Pereira diz:

    Extremista é com X. O mesmo X que à frente da foice e do martelo durante 34 anos levou o concelho de Beja ao estado em que está. Sublinho, o concelho de Beja. Deve ter sido azar !

    Cumpts,

  16. João Espinho diz:

    @celso – os erros são para despistar, pois o comentador até escreve correctamente.

  17. Celso Pereira diz:

    E havia necessidade ?

  18. Maria Cigana diz:

    olhá t-shirt!
    ó freguesaaaa, venha verii

    http://i35.tinypic.com/2s6wrbk.png

    [mais possibilidades @ http://www.lojadatshirt.pt/%5D

  19. João Espinho diz:

    @celso – não havia!

  20. João Espinho diz:

    @maria c – acho que vou montar um estaminé de venda de tshirts

  21. Maria Cigana diz:

    @JE

    esta istá na moda!

    http://i38.tinypic.com/xl05tj.png

    vendo muito barato!

  22. João Espinho diz:

    @maria cigana – isto nem precisa de marketing. A ver se arranjo tempo para divulgar 🙂

  23. JO diz:

    Mais um post com a mesma falta de rigor. O João está a perder as estribeiras. Para ele, é preciso é dizer mal dos comunas. Mesmo que para isso, faça postes em que refere o nome de uma só pessoa. O outro lado não interessa divulgar. Cá para mim, com tanta fobia pelo DA e com tanta fobia pelos comunas que lá estão, só pode querer dizer uma coisa: O João Espinho quer ser o próximo director do DA, mas para isso alguem terá que sanear os comunas que lá estão antes dele entrar. E, já agora, o concurso tem que ser alterado para que não seja preciso o director ser jornalista. Assim, lambendo as botas do JPV, como sempre tem feito, aspira a um lugar qiue de todo não conseguirá desempenhar. Certo? ( Já sei que vai dizer errado).
    JO

  24. João Espinho diz:

    @jo – certíssimo!

  25. Bejense diz:

    Resultado ao intervalo:

    Jose Roberto: 1 x Joao Espinho: 0

    Quando começa a 2ªparte?

  26. João Espinho diz:

    @bejense – pode já dar a vitória ao adversário, pois eu não disputo esse campeonato.

  27. El Juanito diz:

    @ Celso Pereira
    Está certo sim senhor, eStremista é com um “s” pois o senhor José Roberto referia-se ao JE como sendo da eStremadura!
    LOL 🙂
    (se fosse só o erro do “s” !!!) 🙂

  28. Bejense diz:

    @juanito: Eu estou-me a cagar se o homem troca os “s” pelos “x”, essa resposta ao comentário a que se refere é um atestado de verdadeira desonestidade intelectual, é tapar o sol com a peneira.

    interessante era comentar: (nao sei se é verdade)

    …”porque tambem não comentou o facto da mulher do presidente do Municipio de Mertola, e da filha do presidente do Municipio de Cuba terem ganho um empregos nas recem criadas aguas do Alentejo, maius estranho ainda o facto de 1 dessas senhoras ter um curso em zoologia o que tem tudo a ver com a empresa em questão”…

    e tendo em conta que o administrador da coisa, é do PSD, a coisa cheira mal. Afinal voces sao contra estas coisas ou só são contra as escandaleiras que o PCP fez na camara de Beja durante 36anos? é que eu sou contra e recuso-me a alimentar e a defender esta merda das cunhas e dos amigos do partido quer venham de um lado ou venham de outro. E para isso convem apontar baterias para todos os lados e nao só para um lado, se nao parece que rafeiro que esta a proteger as canelas do dono (e eventual arranjador de tacho) e nao o principio da transparencia nos concursos publicos para as empresas do estado, se nao apenas mudamos o nome de jose merda para antonio merda…

    declaracao de interesses: tb sou anticomunista.

  29. Zé do Piço diz:

    Pois é sr. espinho digo porco espinho…porque já tendo o espinho só lhe faltava o adverbio …digno da bosta que publica na bosta do blog

  30. João Espinho diz:

    @bejense – o juanito responde-lhe se se der a esse trabalho. Mas eu respondo: é que, segundo o PCP, a malta do PS e do PSD é uma cambada de ladrões, assaltam alternadamente o poder para depois assaltarem os portugueses; PS’s e PSD’s só pensam nos interesses pessoais e blá blá blá. Contrariamente, a rapaziada do PCP é toda muito transparente, toda muito honesta e só defendem os interesses do colectivo e blá blá blá.
    Por isso, quando aparece um caso com PS’s e PSD’s ninguém se admira. Já quando os casos têm a mão do PCP, a malta espenta-se, questiona-se e faz notícia.
    Bullshit!

  31. João Espinho diz:

    @zé do p. – linguagem de quem está habituado a andar nas sarjetas e no meio de bostas.

  32. El Juanito diz:

    @ Bejense
    Eu comento o post e/ou os comentários dos outros comentadores com toda a honestidade intelectual que possuo e não lhe reconheço autoridade para a classificar assim como os meus comentários.
    Se assim o desejar comente voçê também o que quiser, quando quiser mas não se atreva a fazer juízos de valor sobre os outros comentadores.
    A mim apeteceu-me comentar daquela forma o comentário do comentador Celso. Fiz um comentário jocoso e penso que não ofendi ninguém. Comentei assim pois os erros ortográficos eram uma constante.
    Não me pronunciei quanto ao conteúdo do comentário do sr. José Roberto, pois não estou dentro do assunto das trapalhadas que ele referiu. Como tal, “quem está fora, não racha lenha”.
    Curioso o senhor só ter apontado a bateria para o meu lado, quando outro comentador, o sr. Celso, fez o mesmo género de comentário sobre a ortografia do sr. J. R.
    Os comunistas foram sempre tão transparentes em Beja como a água das azeitonas. (Em Beja, e em todo lado por onde passam).
    Quanto ao excerto que sublinhou …”porque também não comentou o facto da mulher do presidente do Município de Mértola, e da filha do presidente do Município de Cuba terem ganho um empregos nas recém criadas aguas do Alentejo, maius estranho ainda o facto de 1 dessas senhoras ter um curso em zoologia o que tem tudo a ver com a empresa em questão”…
    Não faço a minima ideia se é ou não verdade, se assim foi ou não. Mas pergunto:
    Na CMB antes das eleições os vereadores tinham todos as credenciais correctas para os cargos que ocupavam?
    Penso que não, estou certo de que haverá por aqui comentadores mais informados para responder.
    Quanto à maneira como você escreve, não lhe respondo da mesma forma porque a minha formação não mo permite.
    Por fim, faço também minhas as palavras do moderador deste blog.
    “é que, segundo o PCP, a malta do PS e do PSD é uma cambada de ladrões, assaltam alternadamente o poder”.
    Pois é, só aqui em Beja é que não houve em três décadas qualquer alternância.
    Aqui o poder foi sempre comunista!!!
    Cumprimentos.

  33. Bejense diz:

    Que o PCP distribuía lugares e benesses pelos seus apparatchik ja toda a gentes sabia. O que eu lhes estava a chamar a atenção era que, a ser verdade a situação nas águas do alentejo, ela deve ser atacada e criticada com a mesma intensidade.

    Na minha opinião é importante que se marque a diferença, evitando a todo o custo este tipo de comportamentos, de modo a que as pessoas percebam que algo mudou mesmo em termos de transparência e maneira de encarar o poder, e não que apenas mudaram o bando de abutres que gravitam se alimentam das sobras do poder…

    É que a ideia que eu tinha, e a postura pós eleicoes, indiciava precisamente o contrario, tendo mesmo se resistido à tentação de efectuar uma caça às bruxas; por isso é que não gostei nem percebi o assobiar para o lado perante as questões levantadas, mas se ninguém conhece a «estória», aceito a postura do ao conheço, não comento…

  34. João Espinho diz:

    @bejense – há por aí centenas de situações que desconheço. Há também muitas que conheço mas que “escondo” por falta de provas sustentáveis. Não me cabe a mim fazer trabalho jornalístico nem investigações. Para isso já há por aí gente de sobra.

  35. Zé do Piço diz:

    pois é ….foi lá nas sargetas que encontrei o blog e o seu autor…espinho…vá mas é levar nas ….

Deixe Uma Resposta