Jul 20 2010

Beja: Obras na Praça da República

Publicado por as 13:00 em A minha cidade


foto: GIRP/CMB

De acordo com nota de imprensa da Câmara Municipal de Beja:

” (…) o Município de Beja decidiu criar, na Praça da República, 12 lugares de estacionamento e quatro de cargas e descargas. Os trabalhos de adaptação estão neste momento a decorrer e contemplam a marcação dos lugares de estacionamento no lado esquerdo do sentido do trânsito, junto às lajes da placa central.
As adaptações contemplam ainda o recuo de três filas de lajes, junto à Rua dos Infantes, permitindo requalificar o espaço onde se encontravam várias lajes partidas e, ao mesmo tempo, criar mais pontos de cargas e descargas.
O estacionamento na Praça da República é taxado entre as 09h00 e as 19h00 dos dias úteis e temporário, com duração máxima de 30 minutos. Após esse período os automobilistas ficam sujeitos às normais medidas legais de regulação do trânsito.”

Pode ser que ainda se vá a tempo de corrigir os erros do POLIS!

Share

9 Resposta a “Beja: Obras na Praça da República”

  1. Dica diz:

    Óptima e bem pensada medida.

    Com o mal cometido é o possível, por ora, tentar remediar.

  2. Anónimo diz:

    O ideal seria a substituição integral das malfadadas e escorregadias (com chuva) lages por um tabuleiro central único em calçada à portuguesa com o pelourinho ao centro numa conciliação do que existia antes com os erros crassos cometidos pela intervenção POLIS. Claro que é uma obra dispendiosa mas que em muito contribuiria para devolver a dignidade perdida aquela Praça.

    Outra alteração que nos parece bastante óbvia e estetica e funcionalmente vantajosa seria a colocação da esplanada no tabuleiro central da Praça. Para além de tudo o mais aproveitava, nas horas de maior calor, as sombras das árvores ali existentes … Claro que os empregados tinham de dar mais uns passinhos para lá e para cá mas valia a pena 😉

  3. um morador de beja diz:

    Esta Dica, a inteligência rara, obra prima da Natureza, é de uma delicadeza deslumbrante e de uma perspicácia arguta a fazer comentários. Abstenha-se para não cair no ridiculo!!!

  4. Jose Chicharo diz:

    Excelente, muito bem, com o tempo acredito que voltaremos a ter a praça como antigamente, acredito que voltarão as nossas queridas calçadas junto as quais nasci.
    Uma coisa de cada vez, os tempos são dificeis.

    Parabens para o elenco Camarário,
    Obrigado

  5. José Alves diz:

    Finalmente! Apoiada a decisão… e já agora também era bom o transito voltar à rua dos infantes em direcção à praça da republica!

  6. ze veneno diz:

    já que estão a alterar, lembrem-se do fogo na rua da moeda em que o carro de combate ao fogo não tinha maneira de entrar directamente na rua…..

  7. db diz:

    anónimo:
    já agora, para evitar que se molhe com a chuva na esplanada no tabuleiro central da Praça, pode-se tb colocar um telheiro. E porque não atribuir uns patins aos empregados para não se cansarem? Ridicula esta observação!

  8. Coisas que já lá vão diz:

    Pequenez, timidez, tudo feito aos bocadinhos, pior a emenda que o soneto. Qualquer dia para acrescentar mais quatro ou cinco lugares terá que partir-se o que se vai fazer agora.

    Por favor devolvam a praça à cidade!

    No ponto mais alto,situada
    restaurantes e esplanadas
    Noites de verão a abrasar
    Por candieeiros toda iluminada
    Pisando a linda calçada
    Havia muita gente a passear

  9. Pereira diz:

    É inconsebivel que todos nós tenhamos perdido uma praça como tinhamos , com uma calçada Lusa que tinha decadas, a tradiçao dos casamentos que iam dar as tres voltas á praça , foram geraçoes e geraçoes a passar por esse momento lindo, mas isso acabou.
    Que se restaurasse a mesma, tudo bem, que até era motivo de interesse turistico,mas aniquilala , matala , só podem ser coisas de cabeças doentes.
    Como é possivel nao autorizar certas melhorias em habitaçoes, só porque estas se encontram na zona historica da cidade e depois se faz uma praça da Repulica com uma arquitetura que nao se enquadra em nada de nada com o que está á sua volta , pois aqui já não se respeita a zona historica .
    Pois acabámos por ficar com uma praça ridicula, mas inda mais ridiculos foram os arquitectos que a desenharam os engenheiros que a elaboraram e o presidente que deu autorização para que se fizesse a obra.
    Todos nós sabemos que actualmente a maioria da população de Beja só vai á praça se tiver que ir á Camara ou ás finanças. Acho que é altura de se começar a pensar em alterar algum transito da cidade, mas que seja um plano elaborado por alguém que conheça a Cidade e não por nenhum engenheiro de fora a que seja encomendado o serviço.

Deixe Uma Resposta