Arquivo de Março de 2010

Última hora!

31 de Março de 2010

A Câmara Municipal de Beja aderiu ao FarmVille!

(roubado ao Na te rales)

Share

na Vidigueira

31 de Março de 2010


foto: joão espinho

Share

Baile Popular

30 de Março de 2010


foto: augusto brázio

(Baile Popular)

Share

Serpa – Homenagem a Alfredo Saramago

30 de Março de 2010

A Livraria Vemos, Ouvimos & Lemos – Espaço VOL – presta homenagem a Alfredo Saramago na próxima segunda-feira, 5 de Abril.
A Homenagem a Alfredo Saramago terá início às 13H00 de 5 de Abril, na Tasca do Xico Engrola, com um petisco/evocação à memória do historiador. A partir das 15H30, no auditório do Espaço VOL, decorre uma conferência intitulada “O Alentejo na Obra de Alfredo Saramago”, com a presença de Manuel Rosa, editor da Assírio & Alvim, e José Quitério, um dos principais críticos gastronómicos portugueses e autor do recente livro “Escritores à Mesa e Outros Artistas”.
Em simultâneo, inaugura na galeria de arte do Espaço VOL uma exposição de desenhos de Carlos Roxo.
A partir das 16H30, haverá modas alentejanas por elementos de diferentes grupos corais e o lançamento da gama de vinhos UNIQUE, da Herdade das Barras. A música e a animação seguirá pela tarde fora no Clube Serpense.

Share

As canções do século

30 de Março de 2010

O Pedro Correia tem vindo, num trabalho notável, a recuperar o essencial.
Não sei se esta já lá está na sua galeria. Mas hoje encalhei nela.
E é, sem dúvidas, uma das canções do século.

Share

cântico ao luar

29 de Março de 2010


foto: via allinone

Luar que me faz renascer no teu ventre suspirado
E me traz a volúpia deste fogo fruto do amor.
Canto estas palavras
E um rio corre-me nas veias quando em ti derramo
A seiva desta sinfonia.

Share

Momento Farmville

29 de Março de 2010

Faço eco, aqui na Praça, do meu momento Farmville. “preciso de um borrego, já arranjado e preparado para ir ao forno; 2 boas alfaces; azeite. Aceito ir buscar ao domícilio. Respostas até 6ª feira santa. Obrigado, meus grandes amigos”.

Share

publicidade

29 de Março de 2010

Share

Mata Velhos

28 de Março de 2010


foto: joão espinho

Share

Dia Nacional dos Centros Históricos

28 de Março de 2010

Comemora-se hoje.
Beja orgulha-se de ter um centro histórico moribundo. O anterior executivo passou-lhe a certidão de óbito e o actual, talvez ofuscado pelo turismo no alentejo, pelos vinhos ou pelas eleições nas concelhias socialistas, ignorando a data, está a servir-lhe de cangalheiro.
Vamos por partes:
1 – Os executivos comunistas trataram o CH como uma coutada sua. Um disparatado ordenamento do trânsito, desviando-o para as periferias, como se esta fosse uma grande cidade, aliado a uma sinalética que ajuda a sair da cidade, em vez de encaminhar para o centro, foram ditando a morte do centro da urbe. Criando novas centralidades (Parque da Cidade), não soube (ou não quis) fazer a sua ligação ao CH, abandonando este às chinesices que rapidamente foram ocupando as vagas criadas pelos abandonos.

2 – O programa eleitoral socialista de BejaCapital aponta como uma das 12 medidas urgentes a Reorganização do trânsito e estacionamento no Centro Histórico e, destacada, a Regeneração do Centro Histórico – Da reorganização do trânsito e estacionamento à habitação para arrendamento social e jovem. Boas intenções que, na prática, demorarão a aparecer. Porém, hoje, Dia Nacional dos Centros Históricos, nem uma palavra, uma acção, um anúncio, uma comemoração.

Vêm aí novas centralidades – Vivaci e Flávio dos Santos – mas a Praça da República continua ditada ao abandono e as Portas de Mértola estão pela hora chinesa da morte. E uma cidade sem um CH vivo não passa de um dormitório. De uma capital sem orgulho. É pena…

Share

Acertem os relógios

28 de Março de 2010


foto: Fleuriac

Share

O estado da blogosfera bejense

27 de Março de 2010

É falar num sismo no Alentejo e, vejam bem, dizer que o Instituto de Meteorologia se atrasou na sua divulgação.
Sim, estou a falar deste blog, que dedica dois artigos ao assunto, não fazendo referência à fonte onde foi beber a informação.
Isto num Sábado onde em Ourique (PS) se mostra o porco (com honras de RTP1), na Vidigueira (PCP) se promovem as laranjas/pão e ali, no Pomarão, há o festival do peixe do rio. Para não falar no inconsequente embevecimento bejense com o congresso de turismo.
Pronto. Eu tinha que falar nos camaradas mas ainda não tinha arranjado uma razão suficientemente forte.
Fiquem-se bem e estejam à vontade para linkar este desabafo. O Praça agradece.

Share