Dez 02 2009

Correio do leitor

Publicado por as 8:15 em A minha cidade

“Escrevo-lhe para lhe enviar um scan de uma situação que para mim é insólita e sinónimo de más práticas.
Acabei de comprar o Alentejo Popular (edição de 26 de Novembro) e fiquei incrédulo quando encontrei nas últimas páginas uma convocatória para a Assembleia Municipal de Beja que se realizou no dia anterior (dia 25 de Novembro).
O erro, ou a falta de rigor, é uma constante neste “pasquim” comunista, mas sendo o Presidente da Assembleia o Director do mesmo Jornal, seria de esperar algum cuidado com as convocatórias.
Não faço ideia se a Câmara de Beja paga as publicações dos Editais, mas caso pague… esta não deveria ser facturada! L.P.”

Share

5 Resposta a “Correio do leitor”

  1. Caiano Silvestre diz:

    Não percebo.
    O que é que o jornal tem a ver com isso.
    Se lhe pagam(?) para publicar…
    Quem tem que se preocupar com esses pormenores não deverão ser os serviços autárquicos?

  2. João Espinho diz:

    @caiano s. – parece-me que está a ver mal a coisa.

  3. Reinaldo Louro diz:

    Esta era uma das ” formas ” encapotadas de financiamento e de pagamento utilizadas na anterior gestão PCP / CDU, na autarquia bejense ( antes do 11 de Outubro de 2009 ), neste meio de comunicação social e noutro escrito e radiofónico.
    Como fazem as coisas sem pensar e por automatismos, ou como forma de culpablizar a actual gestão camarária, optaram por fazer um anúncio de um acto instituicional, depois do mesmo já se ter realizado.
    Cabe agora ao dr. Loff actual e ex-presidente da Assembleia Municipal da Câmara de Beja, ter a palavra, porque senão quem cala consente, lapso ou intencional, justifique perante os municipes.

  4. do contra diz:

    Diria que isto levanta até um problema mais grave…. há uma irregularidade na convocatória….Leia-se o art.º 49.º n.1 da Lei 5-A/2002 na sua redacção actual.

    É certo que a convocatória se faz, por Edital e por Carta Registada e se todos os Senhores Deputados estiveram presentes, sem oposição à realização da mesma, então considera-se sanada a irregular convocatória.

    No entanto isto levanta duas outras questões.

    1 . Desrespeita-se o direito que os eleitores têm de assistir às Reuniões Publicas dos Órgãos Autárquicos. ( eles não recebem em casa as cartas registadas). E com Editais destes só se souberem por amigos ( os tais que recebem as cartas) ou por casualidade mágica da arte divinatória.

    2. Por outro a massa dos impostos não é para se deitar assim fora. Exija-se responsabilidades: ou ao Jornal ou a quem mandou Publicar sabendo que ia sair extemporaneamente . De qualquer das formas esta conta não é para pagar.

    Em suma. Respeite-se alguns principios básicos da democracia. Por muito que a alguns custe.

    Isto não é uma coisa nossa, ou como se diz na brincadeira/ a sério “cousa nostra”.

    A Republica é dos e para os Cidadãos.

  5. Ai, ai, ai ! diz:

    A passividade do dr. Bernardo Loff é a conviniente para o PCP e para a CDU, num deixa andar a que nos habituado em termos políticos e partidários desde à muito tempo, e quem venha atrás que feche a porta e pague !

Deixe Uma Resposta