Out 28 2008

das mãos

Publicado por as 22:50 em Fotografia,Intimidades


foto: andreas heumann

De noite, apareces-me sem rosto. Ouço-te a respiração, silenciosos sussurros, e sinto as tuas mãos percorrerem-me a face, o pescoço, o torso. E detens-te para que sejam então os meus dedos a preencher-te o desejo. Continuas com o rosto oculto, mas as tuas mãos são agora parte deste jogo onde dedos e mãos se fundem entre vales e colinas. E quando os meus olhos se cerram de espasmo, do teu rosto ouço um gemido que ilumina, momentaneamente, o leito dos nossos sonhos.

Share

Uma Resposta a “das mãos”

  1. mm diz:

    E no silêncio se oculta um gemido.