Abr 23 2008

Desafio

Publicado por as 12:46 em Geral

Deixo aqui um desafio aos leitores da Praça.
Um exercício de futurologia.
Pedro Santana Lopes vai candidatar-se a Presidente do PSD?
Sim ou não?

Share

21 Resposta a “Desafio”

  1. fm estéril diz:

    claro que sim!

  2. Mário Nogueira diz:

    Este ano? 😉

  3. H V&P diz:

    No meu mal frequentado blogue, fui mais longe! Que é candidato e que ganha! E, o que disse do abrupto, aplica-se ao Praça!

  4. João Espinho diz:

    @mn – nas próximas directas.

  5. Mário Nogueira diz:

    @JE: Ah, pronto. Senão, era fácil 😉

  6. São Rosas diz:

    Aposto numa dupla, como o Henrique Monteiro:
    http://henricartoon.blogs.sapo.pt/10623.html

  7. charamba diz:

    Do choque entre duas forças antagónicas que o dominam, por um lado uma ambição desmedida e por outro uma lucidez sem a qual não teria chegado onde chegou, sairá por certo a decisão.
    De qualquer modo, para Sócrates a vitória de Santana Lopes ou de Alberto João Jardim seria a melhor das prendas; pelo contrário, a dum candidato respeitável como Manuela Ferreira Leite funcionará, se não como um pesadelo, pelo menos como forte preocupação

  8. João Espinho diz:

    @mn – e qual é o teu palpite?

    (olha lá, não vens fazer bonecos durante a ovibeja? há gado que dá boas imagens)

  9. Mário Nogueira diz:

    @JE: Não sou muito ligado às políticas, mas creio que ainda é cedo para o pessoal o aceitar. Agora, se vai avançar ou não, isso já não sei. Quanto à Ovibeja, isso sim, seria interessante. Infelizmente, não tenho grande disponibilidade de tempo (tenho andado pelas adegas de Setúbal 😉 ). Acho que já esgotei as idas ao Alentejo nestes próximos tempos 🙁

  10. Menistro diz:

    Nao creio. O “Pedrinho” anda muito ocupado em chatear o Sócrates. Não se vai pôr numa coisa complicada como gerir um partido. Ele mal conseguiu gerir um País, quanto mais um partido.

  11. Antonio P. diz:

    Caro João Espinho,
    Nunca acerto no Euromilhões…mas geralmente acerto nestas perguntas de blogues, assim sendo , e sem saber qual é o prémio, se acertar :
    – digo que Pedro Santana Lopes se vai candidatar.
    Cumprimentos

  12. João Barros diz:

    eu até vou mais longe e tudo…. o homem vai a guerra, perde dão o homem como morto, outra vez, e ele ainda ressuscita… outra vez…

  13. @ que não és preso diz:

    João Barros, o homem tem sete vidas ?
    O homem só anda por aì…… !
    Não vai a votos, para já !
    O Mourão também deveria lançar uma candidatura!

  14. João Barros diz:

    @ que não és preso – só uma pergunta, quantas vezes já o mataram, politicamente falando, e quantas vezes já voltou?

  15. Gotinha diz:

    Só se for palerma!
    Será?!

  16. RCataluna diz:

    Tendo os acontecimentos das últimas horas, tudo é possível. Só falta o Ribau candidatar-se…

  17. charamba diz:

    Neste festival da sucessão de Meneses, o desenrolar de acontecimentos é tão rápido que dum dia para o outro os posts e até os comentários tornam-se obsoletos. Este meu comentário, assim, restringe-se ao que se passa na tarde de 5ª feira, dia 24.
    No palco barrosista, de teatro sério, a peça Manuela Leite manté m-se em cena com certa estabilidade. Concorde-se ou não com a mensagem , há que reconhecer que é uma peça merecedora duma crítica séria e respeitosa.
    No palco do music-hall, Patinha Antão e o herdeiro da Jota, adolescente da política recem-chegado à condição de adulto, vão animando a festa como podem.
    Mas é no circo menesista que tudo é mais animado e divertido. Na escolha que se punha entre os dois palhaços, parece que, pelo menos por enquanto, venceu o palhaço rico conformando-se o palhaço pobre à condição de apoiante. As designações pobre e rico são meramente por aceitação da nomenclatura circense habitual, porquanto as reservas que se podem por a qualquer dos dois não dizem respeito a corrupção ou peculato, mas sim ao papel que desempenham no espectáculo: quem nos faz rir é o pobre, mas ele necessita das deixas do palhaço rico.
    Como espectáculo, vai haver menos divertimento. Como demonstração da capacidade de sobrevivência, de serem gatos de sete vidas, eles equivalem-se.
    Como, sportinguista que sou, quando se defrontam o Porto e o Benfica: que ganhe o melhor.

  18. João Espinho diz:

    @charamba – discordo da apreciação que faz de Pedro Passos Coelho. Mas, como tantas vezes na vida, sou capaz de estar enganado.
    Quanto ao resto, interamente de acordo.

  19. charamba diz:

    @João Espinho
    Devo-lhe uma explicação quanto à minha boca sobre o Pedro Passos Coelho. É que dele, pouco se sabe, a
    não ser os que bebem do fino, e reconheço que você é desses privilegiados, para além do seu já velho protagonismo na Jota SD.
    Dos outros, pelo contrário, são por demais conhecidas as bondades e as maldades.
    E se o respeito sincero que me merece Manuela Ferreira Leite, me conduz a considerá-la como o candidato com mais qualidades,
    não posso esquecer a sua pouca eficácia como ministra das finanças e a seu autoritarismo como ministra da educação, que faz da actual ministra pouco mais que um Guterres de saias. De Patinha Antão não consigo esquecer a minha profunda discordância com as suas posições em política de saúde.
    E dos dois palhaços da ala populista, artistas portugueses a quem se aplica o velho slogan publicitário “palavras para quê?”,não comento mais.
    Para muitos comuns mortais, pois, Pedro Passos Coelho é pouco mais que um desconhecido, livre de nódoas, é certo, mas bastante vazio de curriculum
    para aspirante a primeiro ministro. Daí o exagero de o ter reduzido, talvez injustamente, à prateleira da adolescência.
    Mas a verdade, caro amigo, é que eu não passo dum desapaixonado sportinguista a discutir a crise do Benfica…
    Que pena que os eleitores não possam beneficiar da inspiração do Espírito Santo, como acontece no Vaticano, nos conclaves para a eleição
    papal. Sem essa ajuda terão de puxar pela cabecinha.
    E amigos como dantes, meu amigo.

  20. João Espinho diz:

    @charamba – obviamente que amigos como dantes. Sugiro que leia o meu último post “Decisões”, onde tento explicar por onde é que eu ando. Se é que, alguém de bom senso, é capaz de neste momento do PSD, saber com que linhas articula uma opção.

  21. Gotinha diz:

    afinal é mesmo palerma!!

Deixe Uma Resposta