Nov 23 2007

O Olhar de…Hugo Lança

Publicado por as 8:30 em Fotografia,O Olhar de....

reloj_solar_ziza-1.jpg
foto: ziza

    Ela viveu cada dia da sua adolescência como se fosse o ultimo! Aproveitou cada minuto, cada segundo, entregando-se sofregamente a prazeres efémeros, tendo o bom senso de praticar todos os desvarios. Teve todos os homens que desejou e uma ou outra mulher.

    Correu todos os riscos, fez tudo o que a paixão lhe pediu, insanidades várias que guarda na caixinha das recordações inesquecíveis. Aquela tímida caixa que apenas nos permitimos abrir no silêncio da noite, nos momentos que partilhamos connosco, os únicos instantes que nos permitidos despir todas as máscaras, assumir as nossas falhas, defeitos e sonhos…

    Mas um dia, porque há sempre um dia, uma meretriz de uma lágrima desfilou no seu rosto, abrupta, inesperada, cruel, quando sentada na verde esplanada, lia um romance que falava de amor, enquanto coleccionava cigarros no cinzeiro. Em redor, crianças tontas guinchavam, pulavam como cabras doidas, matando a pacatez daquela esplanada. Mas ela, naquela tarde, não protestou com o ruído, mas admirou de forma cândida as crianças que brincavam no jardim, perante o olhar meloso de suas mães.

    Sentiu que a hora mudou: o seu relógio biológico berrou pela maternidade….

Share

3 Resposta a “O Olhar de…Hugo Lança”

  1. atónito diz:

    Óptimo texto, de bom recorte literário, mas não vejo como relacioná-lo com a fotografia comentada. Será que o relógio em jeito de supositório é um novo método de reprodução medicamente assistida?
    Lembro-me da velha história dum psiquiatra, que fazia vários desenhos para que o seu doente dissesse a primeira palavra que lhe ocorresse. E a um risco. um triângulo, um quadrado, um círculo, a palavra era, invariavelmente, sexo.
    – Mas você só pensa em sexo?
    – A culpa é sua, doutor, porque você só faz desenhos pornográficos.

  2. H V&P diz:

    Atónito…. ou então, ainda existe a possibilidade, de alguem brincar com uma foto, procurando oferecer-lhe uma interpretação aparentemente impossivel…

  3. AMRevez diz:

    Eu não vejo nada de sexual/sexualizado nesta foto… de qualquer forma, a “legenda” que lhe daria seria:

    “- Está na hora de me ires ao pacote!”

    PS: “Pacote”, na simbólica urbano-depressivo-consumista-reciclável significa “alma”.

Deixe Uma Resposta