Ago 31 2007

Da amizade

Publicado por as 22:35 em Intimidades

Há pessoas com quem só vamos falando de tempos a tempos, nas épocas festivas, nas condolências, nas boas melhoras. Um simples telefonema e sabemos que não estamos a cumprir um ritual. São pessoas que estão longe, mas sentimos de tal forma perto que não precisamos de tornar constante o contacto.
São amigos.
Daqueles que nos telefonam, porque estiveram com alguém que associam à nossa pessoa, e estão ali como se estivessem connosco. E nos dizem simplesmente: “faz o favor de ser feliz”. Como o costumam fazer em cada Natal, em cada aniversário, em cada momento em que se julga necessário dizer “estou aqui”. Sem ser um ritual.
Simplesmente porque são amigos.

barrancos_2003.jpg
foto: joão espinho

Share

7 Resposta a “Da amizade”

  1. São Rosas diz:

    Por e-mail não vale?!…

  2. nikonman diz:

    @são – neste caso, não!

  3. 1Car(v)alho diz:

    “cuscar” não conta?
    “gaita”, que me precipitei…era para estar de férias até 10Setº…Lá vou ter que ouvir a Mata7 a clamar pelas minhas meiitas…

  4. São Rosas diz:

    Voltaste mais cedo de férias, Car(v)alho? Podemos recomeçar o trabalho da Tuna Meliches? Por telefone, que pelos vistos por e-mail não vale 🙂

  5. RCataluna diz:

    Foto linda! Barrancos é uma terra de encantar!

    Abraço!

  6. Zandre diz:

    Nasci e vivi trinta anos, a trinta metros dessa torre.
    O som desse velho sino marcando o tempo,
    o barulho dos bicos das cegonhas alimentando os filhotes,
    as andorinhas nas tardes quentes,
    Ah, saudades!
    Zandre

  7. Golfinho diz:

    E não é que vos ia mandar um SMS ontem?