Ago 10 2007

HOJE HÁ TOURADA

Publicado por as 9:35 em Fotografia

k-e2Lauren Spencer.jpg
foto: Lauren Spence

Podiam ocupar o tempo com coisas melhores.

Share

8 Resposta a “HOJE HÁ TOURADA”

  1. Inês diz:

    I totally agree…

  2. zig diz:

    Apoiado!

  3. Anónimo diz:

    Tanta comichão com as touradas! Há quem aprecie e como o espectáculo até é pago (caro, por sinal!) só vai quem quer. Democraticamente, claro!

  4. Anónimo diz:

    Extranho um individuo de direita e não gostar de touradas!!!!

  5. nikonman diz:

    @anónimo – quando não está direita está para a esquerda, mas não anda ao sabor do vento.

    (extranho será o quê?)

  6. Anónimo diz:

    Tanta comichão digo eu…Então se só vai quem quer também critica e/ou diz se gosta ou não quem quer… não? Democraticamente claro…

  7. João Honrado diz:

    A corrida de toiros (tourada se quiserem mas quanto a mim tal expressão é imbuida de um sentido algo pejurativo) é dos poucos espectáculos verdadeiramente democráticos, talvez bem mais que 1 qualquer jogo de futebol, posto que nas praças se podem encontrar o pobre, o remediado e o rico ou pseudo-rico.

    Apelidar como sendo de direita e para direita um espectáculo tauromáquico só pode advir de quem, pelo simples facto de não gostar (o que implica o inexorável respeito por todos os que apreciam o género) sente necessidade de dirimir argumentos CONTRA a realização do mesmo.

    Estive dia 10 à noite em Beja na Varela Crujo (coisa que faço regularmente desde à coisa de mais de 10 anos,vindo propositadamente para o efeito), assim como costumo estar em distintas praças deste país e das zonas espanholas mais próximas e a maioria das pessoas que enchem as ditas são maioritariamente gentes do povo (se assim se pode considerar), onde a política não entra. Considero assim que estes argumentos são puramente demagógicos e advêm de um tipo de esquerda que não interessa, um tipo de esquerda que se limita a dizer mal de tudo o que mexe e esse sim o tal dizer mal e nunca apresentar soluções.

    Por outro lado, apesar de com efeito, as elites (está na moda falar em elites:) deste mundo serem na sua maioria gentes de direita, é possível encontrar muitos outros tidos como de esquerda, sendo que nunca se imiscuiram nas realizações ou preparação das mesmas corridas. Situação diferente seria dizer que as gerações mais novas não gostam de toiros, apenas as mais antigas. Ainda assim, quem frequenta praças sabe que tal não é verdade, posto a presença de gente jovem ser vasta e visível.

    Por último, aprendi a gostar de ir aos toiros e apreciar os espectáculos tauromáquicos de um modo quase inato. Tenho 27 anos e nunca estive ligado a este mundillo, sendo que porém, aprecio muitíssimo mais uma corrida à espanhola (afinal a corrida séria, integral e mais justa para os quadrupedes de hastes que nela intervêm) que a chamada corrida à portuguesa, que não envolve a morte do toiro. Por outro lado, é também costume ouvir que os toiros reflectem o estado de cada sociedade ao tempo e penso que assim é, mormente ao reflectir as dificuldades económicas que o país atravessa.

    Em resumo e fim de lide, a estória de querer chamar de direita ou de esquerda quem vai a uma qualquer corrida só pode provir de quem não tem grande conhecimento de causa e que não vai (ou nunca foi) a um destes espectáculos.

  8. tamára diz:

    voçes sao todos uns gays! uma pessoa que paga para ir ver um animal a ser torturado é mesmo porco,,,

    Voçes sao todos mesmo muito muito nojentos.
    Arrajem uma vida, e venham tomar banho em vez de perder tempo a ver animais torturados.

Deixe Uma Resposta