Arquivo de Abril de 2007

MINISTRO DA AGRICULTURA EM BEJA

30 de Abril de 2007

Castro e Brito, Presidente da Comissão Organizadora da Ovibeja, revelou hoje em conferência de imprensa, que o ministro da Agricultura deverá regressar a Beja, já na próxima sexta-feira.
Jaime Silva esteve na abertura da Ovibeja sábado passado, onde acompanhou o primeiro-ministro José Sócrates, tendo esse momento significado o “reatar” de relações entre o ministério da Agricultura e as associações de
agricultores, cortadas pelos agricultores há cerca de dois anos.

(nota do Gabinete de Imprensa da Ovibeja)

Share

PUBLICIDADE

30 de Abril de 2007

vieiralis.jpg

O Restaurante é de Vieira de Leiria mas está presente na Ovibeja. Tem um bom “Arroz de Marisco”, um serviço eficiente, limpo e simpático. E a bom preço.
Para quem habitualmente diz que na Ovibeja se come mal e caro, o Vieiralis é um exemplo que vem contrariar essa ideia.
Recomendo vivamente. Vão ver como tenho razão.

Share

COMEMORAR ABRIL

30 de Abril de 2007

(crónica publicada no Correio Alentejo – 27/Abril/2007)

No momento em que escrevo esta crónica deverão estar a soar, por todos os recantos do nosso Alentejo, os habituais estalidos do foguetório de artifício com que muitas autarquias e associações celebram anualmente o dia 25 de Abril. Alguns cartazes anunciam a festa para as 00H00, enaltecendo assim os feitos do novo dia, outras preferem assinalar as 24H00 da véspera, festejando desta forma o fim da “longa noite negra da ditadura”. Ao fogo de artifício juntam-se os “Vivas” à Revolução, a que se associam discursos inflamados vitoriando as “conquistas de Abril”, a Democracia e todas as outras coisas boas que a data nos trouxe. Não faltam, também, as palavras de ordem, algumas de pouco sentido e nulo senso, apregoadas à mistura com os tradicionais ataques aos rostos dos governos da nação que, coisas da democracia, foram metidos a ocupar as cadeiras do poder precisamente por que vivemos em liberdade e com a liberdade de escolher quem nos governa. Nesta semi-contradição, que até se compreende, misturam-se sentimentos antagónicos, de amor e ódio, de vida e morte. O ponto alto das oratórias, e que costuma ser a cereja em cima do bolo, é enunciar o que se prometeu e não se fez, o que se devia ter feito e já não se vai fazer, isto é, enumeram-se os itens que permitem depois rematar com um “falta cumprir Abril”.

Não sei se a grande maioria dos portugueses ainda sente como seu este fervor das locuções comicieiras ou se, pelo contrário, prefere festejar a data de forma mais simbólica, com um cravo na lapela ou na jarra lá de casa, ou até mesmo sentado à volta de uma mesa com um grupo de amigos e onde não faltará, para além dos cravos, outros símbolos menos revolucionários.
Comemora-se também a data com discursos institucionais, sendo a Assembleia da República o palco escolhido pelos agentes políticos para dizerem de sua justiça, para, com pompa e circunstância, desenrolarem epístolas impregnadas de adjectivos e muitos advérbios. Termos como Igualdade, Justiça e Liberdade fazem parte, invariavelmente, das prelecções dos representantes dos partidos e do Presidente da República. Para além dos deputados – os representantes do Povo – e de umas galerias compostas por personalidades populares mas que de povo pouco têm, estão também as TV’s e os jornais, aquelas transmitindo a gala em directo, estes transcrevendo aquilo que lhes pareceu o essencial das oratórias, sendo habitual haver umas estranhas interpretações – análises – às supostas entrelinhas do discurso presidencial, que apelidam de “avisos” e de outras coisas que julgam importantes para o equilíbrio institucional.
Não me recordo de nenhuma sessão solene onde se tenha dito alguma coisa de importante para o País ou para os portugueses. Tenho também a certeza que a maior parte destes ignora o que ali se passa, respondendo assim com a sua indiferença à vacuidade das prédicas.
Tornou-se, pois, a comemoração anual do 25 de Abril num ror de coisas de importância escassa ou nula. É, para a maioria, um dia feriado que se goza em múltiplas actividades, poucas ou nenhumas relacionadas com a data.
Nós, os que amadurecemos em pleno período revolucionário, poderemos ainda explicar às proles o valor da Democracia e a importância da Liberdade. Explicar que os nossos adversários na política não são os nossos inimigos, como os que povoam os jogos da era moderna e que tanto atraem os nossos jovens. Demonstrar que vale mais a pena defender a liberdade de expressão do que amordaçar as nossas ideias ou tentar calar a dos outros. Tentar fazer compreender que nem todos os que proclamam a Democracia são seus amigos, usando-se dela para, logo que possível, a diminuir ou mesmo aniquilar.
Em suma, podemos transmitir que vale a pena a Liberdade e lutar por ela, e que foi essa mesma Liberdade que o 25 de Abril nos trouxe em 1974 e me dá a possibilidade de aqui estar a escrever o que penso. Que nos trouxe a Democracia onde, em Liberdade, posso escolher quem quero que me governe e que devo respeitar quem escolha de maneira diferente.
Se soubermos, tão só, transmitir aos nossos descendentes estes valores, podemos então dizer que se cumpriu o essencial de Abril!

Share

COISAS SIMPLES

30 de Abril de 2007

126677Imaginaire.jpg
foto: imaginaire

Share

HOJE

29 de Abril de 2007

sporting.jpg

… e sempre!

Share

OVIBEJA – APONTAMENTOS

29 de Abril de 2007

Há cerca de 1 hora o recinto da Feira estava repleto de gente. Muitos milhares de pessoas aproveitaram o bom tempo e decidiram-se a fazer uma visita à grande feira do sul.

P4290027.jpg
foto: joão espinho

Vazio tem estado, inexplicavelmente, o espaço do Município de Gaia. Não era a região de Gaia a convidada especial desta edição da OVIBEJA?

a malta de gaia fugiu.jpg
foto: joão espinho

Share

OVIBEJA – FOTOS (2)

29 de Abril de 2007

P4290030.jpg
foto: joão espinho
(mais…)

Share

DOMINGO

29 de Abril de 2007

1084220nuno belo.jpg
foto: nuno belo

Share

OVIBEJA – FOTOS (1)

28 de Abril de 2007

P4280003.jpg
foto: joão espinho
P4280010.jpg
foto: joão espinho
(mais…)

Share

BLOGGERS CREDENCIADOS NA OVIBEJA

28 de Abril de 2007

Provavelmente ainda não no formato ideal, mas o primeiro passo está dado.
Os bloggers interessados em assistir às conferências de imprensa e a ter um tratamento idêntico aos órgãos de comunicação social, devem manifestar essa intenção enviando um mail para o Gabinete de Imprensa da Ovibeja
( imprensaovibeja@hotmail.com ), com a identificação pessoal e o endereço do blogue. As solicitações serão analisadas caso a caso.
Um procedimento pioneiro e que certamente dará frutos.

Share

NOVO SITE

28 de Abril de 2007

A Radio Pax apresenta, desde as 12H00 de hoje, um novo rosto online.
Para além de um design mais apelativo, o site da Radio Pax é agora mais funcional, sendo mais fácil de nele navegar. Ainda com alguns conteúdos inactivos, este novo site apresenta uma secção de notícias de carácter nacional, para além do habitual noticiário regional. Um novo logotipo da estação radiofónica encima o novo site, onde se encontra o rosto de uma rapariga asiática, já prevendo, certamente, a chegada das empresas chinesas que se vão instalar junto ao aeroporto de Beja.
Para se ouvir a emissão em directo, basta clicar em PaxOnline.

Rdio Pax - 101 4FM - Beja 28-04-2007 12 34 34.jpg

Share

BOM DIA ALENTEJO!

28 de Abril de 2007

alentejo_mombeja.jpg
foto: joão espinho

Share