Mar 26 2007

DEU DÓ

Publicado por as 18:25 em Geral

Assistir ontem à eleição do maior dos grandes portugueses (não consegui ver até ao fim).
Depois de ouvir a Odete bolsar a habitual cassete, não me admiro que alguns portugueses tenham levantado o cú do sofá para votar e escolher, de entre dois filhos da puta, aquele que sabia e não se envergonhava de cantar o hino nacional.
Que País de merda!

Share

23 Resposta a “DEU DÓ”

  1. Metralha diz:

    Com efeito Deu Dó

    Mas o problema não está no Salazar ou no Cunhal, porque aí os votos têm dois sentidos. Os “cassetes” votaram na matriz. Os salazaristas receberam os votos dos simpatizantes e dos que nele votaram por despeito.
    O mal está nestes democratas que nos têm governado ou desgovernado desde o 25 de Abril. O que temos depois da dita revolução ? Chorudas reformas para os políticos, a continuação da corrupção desmedida, a ineficiência querida da Justiça, o espizinhar de valores constitucionais fundamentais, nomeadamente na saúde. Podem estar na manga até execelentes reformas, mas o que temos visto é o fecho das maternidades, das urgências, dos SAP, da assistência aos mais idosos, o desenvolvimento da indústia abortadeira, o crescimento generalizado da insegurança, a violação e desinteresse pelo direito à vida, com os brandos costumes aos criminosos violentos, sempre envolvido na velha pecha dos direitos humanos, sem que estes sejam devidamente respeitados, a canga dos impostos para manter os privilégios da classe dominante e um Estado inoperante, o atentado à propriedade privada claramente iconstitucional levado ao absurdo de os inquilinos, depois de se cevarem nas rendas de miséria a que alguns senhorios foram sujeitos, por falta de obras, perdem as casas por valores miseráveis, assim sendo expoliados. Se a tudo isto juntarmos a falta de civismo manifesta no nosso povo, valores de cidadania que a educação escolar nunca conseguiu incutir e que, começam na agressão aos professores, transformam as escolas, de locais pioneiros na aprendizagem, em centros impunes de banditismo juvenil que se repete pela vida fora, temos uma pequena súmula da razão do voto num ditador conservador com uma mentalidade fisiocrática. O voto no Salazar foi para mim um voto contra os políticos, contra esta democracia egoísta e podre, tentando apelar aos velhos valores de moral conservadora, honestidade, poupança e amor ao País, em detrimento da incompetência dos políticos que nos colocaram na cauda da Europa, bem perto do 3º Mundo. Mas não se assuste porque a maioria não ligou nenhuma ao programa, que irá para o caixote de lixo da história, pois na verdade, não pode ser considerado como o maior dos grandes portuguêses aquele que renega a Ciência, oprime o pensamento e esmaga a liberdade inata ao Homem, quer venha sob a forma de Salazarismo ou Cunhalismo, apesar do 1º ter deixado so cofres cheios e o 2º não mais deixar que uma tenaz resistência, a mensagem da terra queimada e a imagem do seu amado Estaline, com 50 milhões de mortos às costas.

  2. JayJay diz:

    Em parte concordo. Só nunca vi foi o Salazar a cantar o hino

  3. RCataluna diz:

    Andamos a pagar impostos para a RTP fazer isto??

    Porra!!

    Abraço e boa semana!

  4. pontapé na lógica diz:

    Pois eu, depois de desprezar o programa no início, começo a ver-lhe agora alguma utilidade agora. Afinal, mais de 200.000 portugueses a

  5. h diz:

    Com data venia, deixo link para http://ireflexoes.blogspot.com/2007/03/grandes-portugueses-ou-portugueses-mais.html

  6. Anónimo diz:

    Como a maior parte dos analistas afirmaram, este foi um voto de protesto contra a maior parte dos dirigentes que tivemos desde o 25 de Abril, contra a situação a que o país chegou.

    Acima de tudo uma GRANDE LIçÃO para certas pessoas!

    E respeito porque votaram 220.000 portugueses!!

  7. TJ diz:

    nao e’ bem assim , sei de pessoas que votaram mais de 10 vezes, A MESMA PESSOA!
    Que tivesse ganho o Aristides!

    Aquilo tambem era um programa de televisao e tambe’m somos uma democracia jovem, 33 anos nao e’ muito, aliado ‘a excessiva liberdade’, com todas as interpretacoes que esta expressao possa ter, atrofia certas cabecas (especialmente as mais velhas), que deseja a chamada ORDEM, dai clamarem pelo gajo de Sta. Comba
    Tudo isto aliado ‘a classe politica que nos vem (des)governando desde 74, com excepcao de alguns (Soares, Sa Carneiro, Zenha, entre outros), rsulta nesta grande barafunda.
    Tambe’m somos um pais sem ELITES!
    Estamos decapitados! Temos um 1 ministro (com a s suas qualidades) power-point!

    Ttodas as grandes cabecas estao-se cagando para o pais, e querem e ve-lo pelas costas (veja-se a classe politica que zarpa para Bruxelas, professores cientistas,toda essa nata, que podia dar algo ao pais, vai da-lo noutro.

    Agora chega, que isto da-me engulhos e isto de viver fora ja’ nem da’ para ir “ao cafe”, e’ jantar e…cama!

    boa noite a todos (gostava de estar em Mombeja na exposicao mas nao vai dar, vai estar la’ quanto tempo?)
    obrigado

    TJ

  8. Quintanilha diz:

    Sobre os personagens que ocupam os dois primeiros lugares, penso o seguinte:
    “Salazar atrasou e isolou Portugal várias décadas e é na sua quota parte, responsável pelo estado em que ainda o país se encontra.
    Álvaro Cunhal tentou fazer o mesmo á sua maneira, mas ninguém o deixou.”

  9. AJRamos diz:

    Quando é a inauguração do Museu Salazar em Santa Comba Dão?
    Vão agora para lá contestar… ah e levem a D.Odete que ela fará uma perninha depois de inaugurar o Museu Cunhal…
    Triste país que com tanta história elege como os três primeiros portugueses, três grandes portugueses do séc. XX!!!
    Ainda tem dúvidas que temos a história que merecemos.
    Palavra que não votei nesta fase mas nunca me lembraria de votar em Salazar, Cunhal ou Mendes… enfim.
    Esta vitória do estado novo deve-se ao comunismo português… embrulha Odete…
    A nossa história é a nossa história mas TODA e não aquela que alguns querem que seja.

  10. zig diz:

    É melhor esquecermos o mais rapidamente possível esse momento de vergonha nacional!

  11. Snoopy diz:

    Salazar e Cunhal nos dois primeiros lugares!!! Ditador e aspirante a ditador!
    É o país que temos. Façam-nos em barro e coloquem-nos na sala…..

  12. charlie diz:

    Quando alguém vota em Salazar como o maior Portugues de todos os tempos, espelha o tamanho de si próprio.
    Como dizia Fenando Pessoa: “Não sou da altura que tenho, sou da altura do que vejo.”

  13. Anónimo diz:

    Como já mencionaram, este ‘voto’ não foi para Salazar, mas sim contra a corja de politiqueiros que invadiu o país desde 74… Mas julgo que essas pessoas são demasiado ‘inteligentes’ para valorizarem um programa de televisão (especialmente quando não abona a seu favor)

  14. Bejense diz:

    Aquilo nao era uma eleicao… podia-se votar + q uma vez, e so quem tivesse dispostoa pagar chamadas de valor acrescentado é que podia votar, logo os resultados NAO QUEREM DIZER ABSOLUTAMENTE NADA, vale tanto como se o nikonman organiza-se aqui no blog a eleicao do novo PCB 🙂

    segue do atras exposto a inutilidade e falta de pertinencia das explicacoes dos sociologos (e aspirantes a sociologos de sevico), tenho dito.

    hehehehhehee 😉

  15. só visto... diz:

    “de entre dois filhos da puta, aquele que sabia e não se envergonhava de cantar o hino nacional”…
    Bravo sr. Espinho! Já ~milita no Partido Nacional Renovador?

  16. nikonman diz:

    @só visto – então? Temos que ser todos iguais como nos regimes que você defende, de partido único?
    E veja lá se não é você que é de algum partido anti-democrata e que defende o mesmo que esse tal de Nacional Renovador….

  17. Anónimo diz:

    Proponho que não se fale mais do salazar e do cunhal:
    falemos na demagogia dos políticos da actualidade que se atacam entre si, propocionando um espectáculo degradante;
    falemos da justiça que é lenta, quando é;
    falemos do IVA que pagamos à taxa de 21%;
    falemos das empresas e dos profissionais liberais que fogem ao fisco de forma incrível enquanto outros (trabalhadores por conta) dotrém são controlados até ao último cêntimo;
    falemos de muitos dos dirigentes do Estado que se comportam de forma pouco clara;
    falemos do país das cunhas em detrimento do país da competência!!

    Nem tudo é negativo, claro! Mas estamos muito longe das promessas do 25 de Abril…

  18. Anónimo diz:

    Quem foi o FILHO DA PUTA que escreveu isto?

  19. nikonman diz:

    deve ser o Anonymous | março 28, 2007 05:45 PM, certo?

  20. Anónimo diz:

    Isto (Posted by: Anonymous | março 27, 2007 08:26 PM) é o retrato do nosso país!

  21. Flor diz:

    Realmente foi uma surpresa ter ganho Salazar…Depois de tantos anos de luta p/destruir o fascismo, para se implantar um regime de liberdade a todos os niveis e…ganha o Salazar!?A nossa democracia ainda é tão novinha(33 anos apenas) e acho, sinceramente, que o povo tem a memória muito curta, e q esquece depressa a miséria e opressão porque passou à mercê de um ditador!Não falo por mim, porque só nasci depois do 25 Abril,mas vejo nos olhos dos meus pais, avós e restante familia, marcas de um tempo q sei que querem esquecer e, que por vezes com lágrimas nos olhos relembram…Por isso,concordo que o voto em Salazar não foi um desejo de voltar a tempos idos e sofridos que uma ditadura sempre traz, mas sim uma chamada de atenção p/os nossos politicos, que talvez ao nivel de economia deviam com esse ditador aprender algo, para que Portugal não fosse dos ultimos em tudo, principalmente na saude, educação,economia, sempre na ‘cauda’ da Europa!Talvez por a maior parte dos portugueses achar que se vive numa desordem económica e social, tenham votado em Salazar c/o maior português de sempre!Mas, ser considerado o maior português de sempre, uma pessoa que atrasou o pais em dezenas de anos,que reprimia o seu povo,que lhe retirava a sua liberdade de expressão,que punia aqueles que tinham uma opinião diferente, contraditória à sua,que encheu os cofres de ouro à conta da fome de milhares de pessoas…Não me parece!Ou algo não está bem claro, ou então todos tem a memoria muito curta!…

  22. kaiserfield diz:

    Está tudo muito “preocupado” com a eleição de Salazar para “grande portugues”…devem ser os esquerdistas, ou melhor os “canhotos”….sim, tentam atirar à esquerda mas foge-lhes o pézinho para o capitalismo. Deve ser como em Beja…nunca vi tanto comunista(de pacotilha) montado em grandes bombas. Não tenho inveja, agora custa-me é pagar os meus impostos para sustentar esta pandilha toda. Aliás, se o comunismo fosse bom( e xuxas também) já os ricos o tinham comprado…

  23. Sousa da Poante diz:

    Dassssss! Não consegui ler nada de geito nesta treta!Ler, ler, ler! E ver? Por acaso alguém já pensou colocar de perna p

Deixe Uma Resposta