Arquivo de Fevereiro de 2006

CARNAVAL – CUBA – 2006

28 de Fevereiro de 2006

72030026joaoespinho.jpg
foto: joão espinho

(Hoje à tarde, na vila de Cuba, os foliões saíram à rua. A Praça mostrará mais fotografias do evento.
Alguém tem imagens do Carnaval alentejano? Se sim, mande para o mail que está aí ao lado e as mesmas serão aqui editadas)
(mais…)

Share

PARQUE DA CIDADE – JARDIM DE CHEIROS

28 de Fevereiro de 2006

68440015c.jpg
foto: joão espinho

Será que a gravilha tem agora o nome de “monarda”? Os cheiros são deixados pelos cães que ali vão pela mão dos seus civilizados donos.

Share

carnaval em beja

27 de Fevereiro de 2006

postcarnavalbeja copy.jpg

Share

BEJA – PARQUE DA CIDADE (2)

27 de Fevereiro de 2006

pqcidjoaoespinho.jpg
foto: joão espinho

Não se sabe se o grafite é a legenda dos arabescos escritos por cima. Mas calcula-se que não!

Share

BEJA – PARQUE DA CIDADE

26 de Fevereiro de 2006

beja2fev2006joaoespinho.jpg
foto: joão espinho

Share

BEJA

25 de Fevereiro de 2006

bejafev2006.jpg
foto: joão espinho

Share

QUE DIÁRIO DO ALENTEJO?

24 de Fevereiro de 2006

É uma questão que me tem surgido várias vezes e mais frequentemente depois de ter lido o artigo que João Honrado escreveu no Diário do Alentejo (posteriormente repetido no Alentejo Popular).
Concordo, basicamente, com algumas das suas afirmações:
– o DA tem dado prejuízo
– o DA não deve ser um boletim intermunicipal
– o DA não deve ser um peso económico para os municípios
– as contas do DA e da gráfica da AMBAAL deverão ser divulgadas publicamente
etc…

Isto é, João Honrado aponta as grandes falhas do DA. Apontou-lhe as feridas, faz-lhe um diagnóstico quase exemplar, mas ficou-se por aqui.

As soluções apontadas
– linha editorial que defenda o desenvolvimento da região
– deve ser escrito e feito por jornalistas
– deve ser administrado por gestores competentes

merecem-me alguns comentários.

Em primeiro lugar não sei o que significa “desenvolvimento” no vocabulário comunista (JH é um destacado militante do PCP). Há vários exemplos de que este “desenvolvimento” preconizado por JH não tem dado frutos nem tem trazido a felicidade das comunidades alentejanas.
Também não sei que “região” é esta que JH defende. Aliás, calculo que se refira a um Alentejo único (ambição administrativa do PCP) que, na realidade, não existe. O DA já teve a pretensão de ser um jornal para todo o Alentejo e conhecem-se os resultados (prejuízos financeiros), que JH também aponta.
Relativamente a ser feito e escrito por jornalistas, ninguém duvida que assim tenha que ser. Mas sabemos que o DA tem sido palco de disputas partidárias/políticas, onde são jogados para a arena os jornalistas (com carteira profissional), que acabam por ser trucidados por estes combates entre vencedores e vencidos. Assim tem sido e não há sinais que venha a ser diferente. Veja-se o exemplo da actual direcção – interina, provisória – mas que vai perpetuando a vontade da força política que venceu as últimas eleições autárquicas.
O panorama do actual DA não é brilhante e não vejo que no futuro alguma coisa se vá alterar. Os municípios não vão largar este veículo de propaganda das suas actividades, os partidos não deixarão de tentar dominar o DA, os “opinion makers” necessitados de protagonismo não desistirão de ali encher páginas de conteúdos óbvios, e a carreira jornalística do DA, mercê do que já apontei, vai definhando e morrendo lentamente.
Ou muito me engano ou está para breve uma OPA (operação pública de aniquilamento) sobre o DA.
Cá estaremos para ver.

Share

VISITAS À PRAÇA

23 de Fevereiro de 2006

Vamos lá então dar uma vista de olhos por quem visita esta Praça.

Origens (hoje):
FCCN, Portugal
Telecom Italia Group, Italy
Portugal (min-saude.pt)
Türk Telekom, Turkey
Universidade Técnica de Lisboa, Portugal
NFSi, Portugal
European Court of Justice, Luxembourg
adrastea.iestradas.pt
cm-mertola.pt
cable.satra.pl

Portanto, pode dizer-se que as origens são muito variadas.

E do que vêm à procura? Aqueles que aqui chegam através de um motor de busca,
andam à procura de:

agustina keyra
projecto lusitano de évora
rabo agustina
poemas de beja
melhor rabo
she is maybe the face I can´t forget a trace of pleasure or regret
poema serpa
de amor blog
(para além, obviamente, de quem procura praça da república).

E pronto, assim se faz um post onde nada se diz.
Até logo.

Share

BOAS MELHORAS

23 de Fevereiro de 2006

img_tunnelTASHIKOMI.jpg
foto: tashikomi

Para ti e miúdos.

Share

1 ano de imagens

23 de Fevereiro de 2006

imagens.jpg

O Imagens completa hoje 1 ano de vida. Parabéns.

Share

Eric Boutilier-Brown

22 de Fevereiro de 2006

Eric Boutilier-Brown, fotógrafo canadiano, 37 anos, a residir em Moncton, New Brunswick, relata no seu site os caminhos que tem percorrido no mundo da fotografia.
Para além da excelência dos seus trabalhos, o site é uma ferramenta de aprendizagem para os que desejam explorar as técnicas fotográficas, que Eric tão minunciosamente nos transmite e nos fazem compreender ainda melhor esta Arte.
Para além do site, Boutilier-Brown mantém um fotoblog onde igualmente partilha os seus conhecimentos na arte de escrever com a luz.
Com diversas obras publicadas, Eric tem-se dedicado a apurar a técnica do retrato e do nú artístico, mantendo um diário, onde podemos ir buscar alguns dos seus ensinamentos.
Leiamos Eric na primeira pessoa:

This is one of the most surprising images I have made in years. When I composed it, I was responding quite directly to the lines and triangles caused by the direct light, and the ceiling above Kylie; little did I know how powerful the composition would be, or how different it would look from my work to date. I suspect the influence of this image will be quite far reaching on my work in the years to come.”

WWTN-0790.jpg

04-0009.jpg

Para visitar o site de Eric Boutilier-Brown, clique na imagem:
ericboutilierbrown1.jpg

Share

PARTS -3-

22 de Fevereiro de 2006

574165Waldek.jpg
foto: waldek

Share