Dez 17 2004

PELOURINHO 2004 – OS PRÉMIOS -4-

Publicado por as 11:20 em Pelourinho

FACTO 2004 – ALENTEJO

Pelourinho d’OuroIntervenção POLIS em Beja

O porta voz da Academia teve sérias dificuldades em justificar este galardão. A larga maioria dos presentes começou a jogar pedras e tudo o que havia à mão, obrigando o porta voz a uma rapidíssima intervenção, após a qual se foi refugiar em local seguro.
Das suas palavras ainda conseguimos ouvir: “Leiam os artigos do vereador Vítor Silva no Diário do Alentejo e saberão as razões da Academia”.
Este incidente foi bastante dasagradável. Não se sabe se haverá algum comunicado da Academia para clarificar o sucedido.

Pelourinho de PrataEspectáculo dos ADIAFA

“Foi um dos acontecimentos mais lustrosos da região. Em palco estiveram artistas profissionais que trouxeram a Beja um espectáculo ímpar”, justifica a Academia. Foi ainda dito que “este evento teve os contornos de uma grande gala musical, devendo servir como exemplo para outros que aqui se venham a realizar”.
A Academia aplaudiu e ainda se ouviram alguns coros entoar “A Mula da Cooperativa”.
Aqui fica uma foto desse espectáculo:

Pelourinho de CobreEspectáculos Inauguração do POLIS

Julgava-se que a assistência começasse a acenar com panos pretos mas, curiosamente, quando se anunciou este prémio, a reacção foi oposta à verificada com a atribuição do Pelourinho d’Ouro.
A Academia considerou “que os diversos eventos integrados na inauguração das obras do POLIs deram uma boa imagem de Beja, pois o povo saiu à rua e participou alegremente nas iniciativas. A presença do Presidente da República, então visto como quase persona non grata não ofuscou o brilho dos diversos intervenientes, louvando-se quem tão bem soube organizar a Festa POLIs”. Com eventos a começar à hora marcada (coisa rara no País e na região), todas as opiniões foram unânimes em considerar que “a coisa nem parecia ter sido feita por gente da terra”. A Academia destacou o concerto da fadista Mariza e o fogo de artifício junto ao Castelo como os pontos altos das festividades. O Presidente da Academia recomendou moderação nos aplausos, pois os mesmos poderiam ofender as pessoas (poucas) que no dia das festividades se decidiram por vestir de luto.
De seguida uma imagem do espectáculo de Mariza:

Pelourinho de Mármore – ex-aequoEncontro de Blogs e Exposição “7×7”

A Academia considerou estes 2 eventos como relevantes para a região e para o País. Apesar de algumas opiniões divergentes, a grande maioria dos academistas reconheceu que estas actividades colocam a cidade e a região nos roteiros culturais dos que se decidem por “ir para fora cá dentro” e que servem, igualmente, para divulgar a alma alentejana e as capacidades dos alentejanos (nascidos e adoptados). Foi referido igualmente pelo Presidente da Academia que estas iniciativas devem ser acarinhadas e incentivadas, quer para elevar o ego dos seus organizadores quer para demonstrar que “por aqui até há gente capaz”.
Aplausos com alguns apupos foram sentidos na sala.

O Pelourinho de Madeira não foi atribuído, apesar das fortes pressões sentidas para que a actividade política levada a cabo pelos dirigentes distritais do CDS fossem consideradas como muito relevantes, pois ela traduziu-se nas exigências de criação de empregos na região. Alguém terá dito que estes empregos seriam só para os amigos do centrismo, o que levou o Presidente da Academia a não aceitar a proposta.

Share

2 Resposta a “PELOURINHO 2004 – OS PRÉMIOS -4-”

  1. Aliciante diz:

    Distinção

    Foi atribuído ao Aliciante o Pelourinho de bronze na categoria de blog do ano nacional/internacional. Vejo-me obrigada pelo Presidente da Academia, que é um autêntico ditador, a fazer referência a este prémio sob pena do mesmo me ser retirado. Não…

  2. Aliciante diz:

    Distinção

    Foi atribuído ao Aliciante o Pelourinho de bronze na categoria de blog do ano nacional/internacional. Vejo-me obrigada pelo Presidente da Academia, que é um autêntico ditador, a fazer referência a este prémio sob pena do mesmo me ser retirado….