Jul 31 2004

ENIGMA -14-

Publicado por as 9:55 em Intimidades

Estou com receio. Por mim.
Ao deixar permeabilizar-me, parece que novas cercas vou criando.
De uma repentina disponibilidade, tomo consciência de uma cada vez mais acentuada resistência.
Cada minuto que passa é uma porta que se fecha. Bem trancada.
Quase com a certeza de que nunca mais se reabrirá.
Terá mesmo que ser assim?

Share

Uma Resposta a “ENIGMA -14-”

  1. Anónimo diz:

    As portas que se fecham devem ser as do passado. Devem ficar bem trancadas quando lhes retiramos os ensinamentos, para nunca mais as abrir.Devemos abrir e escancarar as do futuro. Mas devagarinho, não vá estar muita porta aberta e depois haver corrente de ar.