Arquivo de Maio de 2004

AUTO-PUBLICIDADE

26 de Maio de 2004

ESTE BLOG atingiu ontem o seu record de visitas/dia (unique/first time visitors e páginas).

Porque será?

Share

CORREIO DO LEITOR

26 de Maio de 2004

RECEBI, via correio electrónico e de leitor identificado, o texto que publico na íntegra.

“No mesmo jornal (Diário do Alentejo) onde tomei conhecimento do seu “blog”, li mais uma vez um artigo do Sr. Vereador Vitor Silva a dissertar sobre as virtudes do Polis, o que tem acontecido sistemáticamente naquele jornal. Já em anteriores edições daquela publicação este vereador quase obriga a que os leitores gostem das obras que se têm vindo a executar ao abrigo daquele programa, escarnecendo inclusivê daqueles que têm opinião contrária.

Parece-me algo exagerada a fundamentação do dito vereador, pois se bem que concordo que o Polis fez entrar muitos milhares de euros para a remodelação da nossa cidade, já não posso concordar quanto ao modo como aquele dinheiro foi aplicado e quando se diz que as obras têm a qualidade que ele pretende incutir, parecendo-me inclusivamente muito discutível a qualidade de grande parte das mesmas.

Daí que, e sem saber se o assunto já foi anteriormente tratado na sua página, me parecesse interessante fazer uma abordagem às mesmas.

Das obras já executadas já muito se tem falado, nomeadamente de uma Praça da República em que nenhum cidadão da nossa cidade se reconhece e de um “Jardim do Bacalhau” que não estava bom e não ficou melhor, pois não conseguiu até ao momento cativar o interesse e vivência pretendidos ( o bar, que não se poderia dizer fosse muito bonito, agora parece uma gaiola de piriquitos).

Quanto às obras em execução parece-me não serem melhores, pois não consigo justificar o porquê de um separador central contínuo em frente às Piscinas (parece que em Beja ninguém pode virar à esquerda, pois já na anterior remodelação do trânsito aconteceu algo parecido em algumas artérias), não me parece adequado o separador central na Rua António Sardinha (veja-se a largura com que ficam as vias e já que não pensaram nos autocarros e veículos pesados que diariamente ali passam, pelo menos poderiam ter pensado o que acontecerá se uma ambulância vier em urgência e apanhar ali um fila, pois não tem por onde passar, ou um carro dos bombeiros, que ficará também sujeito ao tráfego e não sei até que ponto conseguirá virar vindo da Rua Infante D. Henrique) e isto para não falar de terem retirado o monumento da rotunda de Lisboa para o colocar no Jardim de Bacalhau (perdeu a entrada de Beja, de certeza a mais engraçada, numa tentativa algo despropositada de enfeitar um presente sem conteúdo).

Talvez fosse bom falarmos mais destes assuntos e mostrar aos autarcas da nossa cidade, e até a alguns técnicos municipais, que o Polis era bom sim senhor, mas que a maioria das soluções porque eles optaram deixaram muito a desejar.

Um abraço e parabéns pelo blog”.

Share

PARABÉNS

25 de Maio de 2004

O JAQUINZINHOS celebra hoje o seu 1º Aniversário.
Algarvio, Sportinguista e Liberal, o JCD é a dor de cabeça de alguns BdE’s e de outros amigos do caviar.
Aqui da Praça envio uma Espiga Dourada ao João!
Com votos de muito e bom peixe fresco (pode ser às postas)!!

Share

PASSARAM POR AQUI!

25 de Maio de 2004

CIENTISTAS, certamente. Não se sabe o que procuram.
Mas alguém no Imperial College London acedeu à Praça. Será algum bolseiro português?
Fui procurar o que se faz ali. E fiquei a saber que:

– Uma equipa do ICL está a desenvolver um spray nasal que inibe a fome;

– Cientistas daquela instituição estudam um novo teste sanguíneo para detectar ataques cardíacos;

Entre muitos outros estudos científicos.
Quem quiser saber mais sobre este Colégio (Imperial College of Science, Technology and Medicine), pode fazê-lo aqui.

Share

DURÃO BARROSO E O PCP

25 de Maio de 2004

O BLOGUíTICA, sobre o que Durão Barroso disse do PCP, escreveu:
“[DB] responsabilizou hoje o PCP por eventuais problemas de insegurança durante a realização do Euro 2004.
Obviamente, estamos perante uma afirmação completamente pateta e que não tem qualquer sentido.
Desde quando quem não desempenha funções executivas — o PCP e restantes partidos políticos da Oposição — assume responsabilidade por actos ou omissões do Governo?
É certo que, sobre esta matéria, o PCP também tem tido uma atitude irresponsável e demagógica. Mas seria de esperar que o Primeiro-Ministro o ignorasse, em vez de copiar um mau exemplo
.”

Sou da opinião, que transmiti ao Bloguítica, que aquelas palavras foram muito mais dirigidas ao PS do que ao PCP.
Poder-se-ia entender que aquele ataque fizesse parte da estratégia de ganhar o 24º euro-deputado. Que pode ir para qualquer um dos 3 (PS, PSD ou PCP).
Não sei se o PSD estará, nestas eleições, muito interessado em desgastar o PCP.
Porém, circula a ideia de que o PS possa vir a apoiar a agitação prevista para o EURO2004, colando-se à rectaguarda do PC. Assim, e porque o PC não é um partido que tenha no horizonte o poder, aquelas palavras de Durão Barroso só podem ser entendidas como: “se o PS apoiar as greves durante o EURO, será tão ou mais irresponsável quanto o PC tem dado provas, nesta matéria, que o é”.
Vamos ver o comportamento do PS durante o EURO!

Share

A ESCULTURA NO SEU NOVO HABITAT

24 de Maio de 2004

E AQUI ESTÁ a prometida fotografia.

Como podem verificar, a escultura de Jorge Vieira foi “enterrada” num espaço que lhe retira toda a beleza e visibilidade.
A falta de bom senso continua a ser a característica de quem tem o poder de tomar decisões. Na Câmara Municipal.
E não vale a pena a tentativa de iludir os bejenses com a desculpa de que este era um dos projectos previstos nas intervenções POLI’s. Se bem me lembro, também a Praça da República foi prevista como local para alojar este monumento.
E também não me venham dizer que era intenção do artista que a escultura estivesse no centro da cidade. Pode ter sido essa a sua intenção, mas certamente que não seria esta a sua localização.

De asneira em asneira, assim vai o nosso Município!


foto: João Espinho

Share

BOM TEMPO? NEM PENSAR…

24 de Maio de 2004

A SÓNIA reclama por bom tempo. Eu preciso de Sol e luz suficiente para escrever. E o que nos dizem os homens do tempo?
Reparem:

DIA 25 MAI – TERçA-FEIRA
-Períodos de céu muito nublado;
-Vento de sudoeste, fraco a moderado;
-Condições favoráveis à ocorrência de aguaceiros, em especial no interior, por vezes acompanhados de trovoada.

DIA 26 MAI – QUARTA-FEIRA
-Céu pouco nublado em todo o território;
-Vento do quadrante Oeste, fraco, soprando moderado de Norte, com rajadas, no Litoral Oeste.

DIA 27 MAI – QUINTA-FEIRA
-Céu pouco nublado ou limpo;
-Vento do quadrante Oeste, fraco, soprando moderado de Norte, com rajadas, no Litoral Oeste;
-Possibilidade de ocorrência de trovoada nas regiões do interior.

Vamos aguardar pelas previsões para o fim de semana.

Share

FOTOGRAFIA HISTÓRICA – SOLUçÃO

23 de Maio de 2004

FEZ-SE AQUI UM TESTE de escolha múltipla.
As escolhas:

1 – O moínho caíu;
2 – Levaram a escultura;
3 – O fotógrafo morreu;
4 – É uma fotomontagem, logo não é verdadeira;

Como se pode ver pela imagem, o moínho ainda está no mesmo sítio. O fotógrafo é o mesmo, está vivo e recomenda-se. E não sabe fazer fotomontagens.
Pelo que, a resposta certa é:
LEVARAM A ESCULTURA!!!!

A imagem não deixa mentir.
Amanhã, publico aqui a imagem do aterro onde se encontra a escultura.


foto: João Espinho

Share

AMIGOS DA BA11

22 de Maio de 2004

O GRUPO “AMIGOS DA BA11” tem hoje o seu encontro anual.
Pelas 10H00 será celebrada Missa na Capela da Base Aérea, presidida pelo P. Alpoim Portugal, antigo capelão daquela Unidade, seguindo-se uma visita à BA11. O encontro terminará com um Almoço de Confraternização.
É tempo de rever velhas amizades.

Share

Crónica Radio Pax

21 de Maio de 2004

Desloquei-me de propósito ao Jardim do Bacalhau a fim de ver o sítio escolhido pela autarquia para colocar a peça escultórica de Jorge Vieira que, até há dias, se encontrava na rotunda da estrada de Lisboa/Évora/Espanha.
Fui ali só com esse propósito, pois poucos ou quase nenhuns são os motivos apelativos para me deslocar ao centro da cidade. Aproveitei o feriado municipal, o que me deu a garantia de poder estacionar o carro, coisa que em dia normal não me passaria pela cabeça.
Como eu, muitos bejenses abandonaram o centro da cidade e viraram-lhe as costas. As razões são sobejamente conhecidas e não vale a pena estar a “bater mais no ceguinho” pois o pior cego é aquele que não quer ver.
Atitude, esta a de não querer ver, que faz parte do dia-a-dia dos decisores autárquicos que têm assento na Câmara e que tomam as decisões mais disparatadas, aconselhados vá-se lá saber por quem, e à revelia daquilo a que se considera o bom senso.
Vamos por partes.
A escultura que homenageia o preso político é, quanto a mim, a melhor peça escultórica de que a cidade de Beja dispõe, e talvez, a mais simbólica, daquele que é considerado o mais marcante escultor português do século 20, em nada ficando a dever à que se encontra na área da Expo98, em Lisboa.
Estava, até ao princípio desta semana, numa rotunda que, sendo exterior à cidade, é a que tem mais movimento rodoviário e por onde passam, diariamente, milhares de olhares.
Tive, por diversas ocasiões, oportunidade de a fotografar e, sempre que o fazia, descobria-lhe uma nova faceta, um novo enquadramento. Aquela escultura, ou antes, aquele monumento, para mim, tinha vida.
Sempre achei que, quem ali a tinha mandado colocar, seria pessoa de bom gosto e com espírito imaginativo. Pensei, por isso, que mais nenhum local da cidade poderia servir de pedestal à escultura e lhe viesse a dar mais grandiosidade.
Alguém, porém, viu as coisas de maneira diferente. E, como já vai sendo hábito nesta cidade, em que as coisas se mudam só para dizer que se mudam, sem se saber do seu verdadeiro interesse, pegaram no monumento e foram enterrá-lo num local perfeitamente descaracterizado, sem enquadramento histórico ou urbanístico e onde a obra perde a imponência de que antes dispunha.
Ficámos, agora, na presença de um, mais um, artefacto com 6 metros de altura. Pouco mais será do que isso. Perdendo a visibilidade que tinha anteriormente, o monumento morreu. Servirá agora para os pombos da rua fazerem as suas cagadas.
Os bejenses, os presos políticos e Jorge Vieira mereciam mais consideração.

Share

PAPOILA

21 de Maio de 2004

Esta vai com oferta. Para o Francisco e para o Isidoro. Porque ainda há papoilas….


foto: Sabine Schleinhege
(nota sobre a foto: a autora escreveu-me a pedir desculpa por ter retirado da fotografia os postes de iluminação que, na sua opinião, estragam qualquer paisagem. Afinal, também lá fora, há olhares que divergem….)

Share

FOTOGRAFIA HISTÓRICA – UM COMENTÁRIO

20 de Maio de 2004

A FOTOGRAFIA E AS QUESTÕES COLOCADAS NO ANTERIOR “POST” mereceram um comentário absurdo. Antes de o apagar, agradecia a quem o escreveu, que desenvolvesse o seu raciocínio, pois não entendo o que se sugere nele.

Share