Mar 19 2004

CRÓNICA RÁDIO PAX

Publicado por as 10:12 em Crónicas

Inicia-se amanhã mais uma edição da grande feira do Sul.
A OVIBEJA, como todos sabem, é uma montra do que se faz pelo Alentejo.
Mostra-se, neste certame, todo o potencial de uma região que, teimosamente, não descola do pelotão das terras que sofrem do atraso económico e social.
Encontramos ali os projectos que, sabemos, poderão vir a dar um novo impulso à região.
Está bem patente, na OVIBEJA, que o Alentejo pode sobreviver às crises, pode sair desse seu sempre eterno sub-desenvolvimento e que tem capacidades para deixar de ser olhada como uma terra de provincianos.
O Alentejo tem tudo para se poder apresentar, nesta nova Europa, como uma região com riqueza e futuro.
Porém, o que acabei de dizer, já se tornou numa lenga-lenga a que, por força do hábito, já não ligamos, porque deixámos de estar crentes.
Na boca de todas as personalidades que por ali vão passar iremos ouvir o discurso da apologia de que, o Alentejo é que é bom, aqui é que está o motor do desenvolvimento, etc.etc.etc.!
Passada a Feira, regressados os senhores aos seus gabinetes, tudo volta a ficar na mesma.

E nós, alentejanos?

Não somos nós também os culpados pelos atrasos aqui verificados?
A nossa inércia, a nossa característica do “deixa andar”, o nosso permanente alheamento em participar nas discussões sobre o nosso futuro, não serão também culpados do estado em que se encontra o Alentejo?
Parece-me que já vai sendo tempo de, também nós, alentejanos que amamos a nossa terra, arregaçarmos as mangas e começarmos a trabalhar para que possamos colher os frutos que esta terra nos pode dar.

Bom dia e boa feira!

Share

Não são permitidos comentários.