Ago 15 2018

Crime sem castigo?

Publicado por João Espinho

Ontem à tarde, na vila de Cuba,junto ao Centro de Saúde. Várias questões se colocam:
– quem foi responsável por deitar este tipo de lixo num contentor municipal?
– como é feito, habitualmente, no CS de Cuba, o tratamento deste lixo?
– que destino teve este lixo?
– ninguém acha isto estranho?

Share

Ago 14 2018

John Coltrane. Ressuscitar a arqueologia do jazz

Publicado por João Espinho

2018, ano não oficial do resgate do jazz aos eruditos, graças a nova geração de músicos e de ouvintes, é também de John Coltrane. As gravações que se julgavam perdidas de “Both Directions at Once” foram desvendadas pela família da primeira mulher, Naima, e têm o valor de um acontecimento (leia aqui)

Share

Ago 14 2018

Sobre Rui Rio

Publicado por João Espinho

Pedro Correia in ” O idílio entre Rio e Costa:
“(…)
Matéria mais que suficiente para a intervenção do maior partido da oposição? Claro que sim. Mas onde andou Rui Rio? Ninguém sabe.

O presidente do PSD não se dignou comparecer no Algarve envelhecido, pobre e esquecido, no Algarve do interior rural e serrano de que Monchique é por estes dias um pungente símbolo.

Nem uma palavra de conforto, nem um gesto de solidariedade e amparo às populações flageladas pelo fogo: não lhe ouvimos o mais vago sussurro. Nem um leve reparo nem sequer um tímido franzir de sobrolho perante a desastrada actuação do Executivo, reincidente na insensibilidade perante as desprotegidas populações do interior.

É uma estranha forma de “liderar” a oposição, enquanto o primeiro-ministro – certamente não por acaso – escolhe esta mesma ocasião para demonstrar uma calorosa palavra de apreço ao PSD.

O idílio entre Rio e Costa está no ar. A tal ponto que apetece perguntar se existe neste momento oposição ao Governo em Portugal.”

Share

Ago 13 2018

Ouro

Publicado por João Espinho

Share

Ago 12 2018

Correio Alentejo

Publicado por João Espinho

Share

Ago 11 2018

Diário do Alentejo

Publicado por João Espinho

Share

Ago 10 2018

Bom fim de semana

Publicado por João Espinho

Share

Ago 09 2018

Santana Lopes

Publicado por João Espinho

Recordam-se das últimas directas, em que PSL foi derrotado? Recordam-se da mão que lhe foi dada, para não o deixar à solta? Lembram-se do que os seus indefectíveis diziam dele? Que estava mais maduro, mais responsável, mais estável, enfim, que se tinha feito um homenzinho?
Pois bem. PSL pode enganar-se a si próprio, pode enganar os rafeirinhos que têm, desde sempre, andado a lamber-lhe as partes íntimas, mas não engana os portugueses.
Não comento a sua saída do PSD. É um dos direitos que assiste a quem milita num partido onde não se sente bem.
Mas estou ansioso por ver a criação do novo Partido (PSL?) e os resultados que vai ter quando se sujeitar a sufrágio. Não será o fim de PSL, mas andará muito perto de o ser. Aguardemos.

Share

Ago 09 2018

CP – táxis de de Portugal

Publicado por João Espinho

Após o incidente da última sexta-feira, em que avariou uma das automotoras que fazem a ligação entre Beja e Casa Branca, obrigando a que os passageiros fossem assistidos pelos Bombeiros Voluntários de Alvito debaixo de temperaturas superiores a 40 graus, outra máquina avariou.
Ontem, quarta-feira, algumas das ligações entre Casa Branca e Beja foram asseguradas por uma empresa de Táxis, com sede em Évora. (ler aqui)

Se anteriormente dizíamos que CP = Camionetas de Portugal, pois o serviço alternativo de transporte de passageiros era efectuado em camionetas, agora podemos dizer que a CP é subsidiária das empresas de táxis.
Isto não tem solução imediata. Podemos andar a criticar Ministros e directores da CP, a marcar reuniões com este e aquele, o assunto já não se resolve com diálogos. Isto só vai à paulada. E há muitas formas de o fazer.

(foto: Rádio Pax)

Share

Ago 08 2018

Um cartaz invejável

Publicado por João Espinho

Share

Ago 08 2018

Fotografia

Publicado por João Espinho


Foto: Alexander Gerst (astronauta alemão)

Share

Ago 07 2018

Beja Wi-Fi

Publicado por João Espinho

“(…) sendo apenas necessário fazer um registo via correio eletrónico, Google ou Facebook, o que faz com que o acesso seja rápido e intuitivo.”
Sou burro e pouco intuitivo. Explique-me, quem sabe, como se faz o registo.

Share